12/10/2017 21:24

Com trio de seleção no banco, Fla empata com Flu e ouve "time sem-vergonha"

Rueda decide manter Guerrero, Cuéllar e Trauco no banco e vê partida irregular de substitutos. Titular contra a Ponte, Arão faz time crescer no fim do jogo

Com trio de seleção no banco, Fla empata com Flu e ouve time sem-vergonha

Guerrero começou Fla-Flu no banco de reservas (Foto: André Durão)

Com 40 pontos após o empate por 1 a 1 - gols de Pará, contra, e Réver - com o Fluminense no Maracanã, o Flamengo segue distante dos líderes da competição. O resultado deixa o time de Reinaldo Rueda a seis pontos do Grêmio, quarto colocado, que está no limite da zona de classificação direta para a Libertadores. A meta estabelecida pela diretoria, como reforçou o diretor geral do Flamengo, Fred Luz, em entrevista nesta semana ao GloboEsporte.com.


São quatro partidas sem vencer - a última vez foi contra a Chapecoense, por 4 a 0 na Sul-Americana - e um desempenho irregular, que preocupa e gera protestos das arquibancadas. A torcida do Flamengo, maioria entre os 39 mil presentes, gritou "Time sem-vergonha" no apito final.

O Flamengo teve bom momento no jogo na metade final do primeiro tempo e, no perde e ganha de um clássico emocionante, no fim do jogo. Mas ameaçou mais em jogadas pelo alto, em cruzamentos à procura de Réver, autor do gol de empate em bonita cabeçada. Guerrero, Arão e Trauco entraram na segunda etapa e o Rubro-Negro pressionou o Fluminense, mesmo sofrendo riscos, mas também não criou grandes chances. Na melhor delas, o atacante peruano cabeceou para fora.

Confira os destaques da partida:

Mexidas e surpresas

A escalação inicial trazia uma surpresa: Romulo no lugar de Willian Arão. Pará na lateral esquerda. Na coletiva, o técnico Reinaldo Rueda explicou que havia risco de lesão e optou por deixar no banco o trio que voltou na madrugada da rodada das eliminatórias para a Copa da Rússia: Guerrero, Trauco, do Peru, e Cuéllar, da Colômbia. O que se viu foi um time com dificuldades de encontrar o rápido meio de campo do Fluminense no início da partida e de ficar com a bola.

Scarpa, de longe, e Marcos Júnior incomodaram Diego Alves, que apareceu bem. No fim do primeiro tempo, cruzamento da esquerda encontrou Henrique Dourado, que por pouco não marcou. Outra boa defesa do goleiro rubro-negro.

Romulo erra muito
Escalado depois de mais de um mês - última partida foi na derrota por 2 a 0 para o Botafogo, no Nilton Santos (10/09), Romulo mostrou muito pouco na primeira etapa. Errou passes simples - quatro no primeiro tempo -, teve dificuldades de acertar a marcação (como no cruzamento de Marlon no fim da primeira etapa, quando demorou a chegar na cobertura), mas se apresentou para sair a bola e tentou avançar em alguns momentos. Tecnicamente, porém, nem de longe lembra o volante dinâmico que chegou à seleção brasileira depois de bom início no Vasco. No segundo tempo, aos 13 minutos, saiu vaiado.

Réver, o melhor do Fla
As primeiras duas finalizações do Flamengo - que só equilibrou e passou a dominar a partida dos 30 minutos em diante do primeiro tempo - saíram pelo alto. Aproveitando os 1,92m, Réver cabeceou duas vezes. Na pressão rubro-negra, em que Berrío e Paquetá tentaram, o zagueiro quase marcou de canhota. Ainda se destacou ao desarmar Marcos Junior dentro da área num contra-ataque tricolor.

Mas no segundo tempo, ao tentar sair jogando, errou o passe que gerou o rapidíssimo contra-ataque do Fluminense, no gol contra de Pará. O capitão se redimiu aos 24 minutos do segundo tempo ao acertar cabeçada de manual para o chão, batendo Diego Cavalieri e empatando o jogo.


Flamengo x Fluminense Maracanã Réver (Foto: André Durão / GloboEsporte.com)

Guerrero entra e perde chance. Arão entra bem
Autor de gol salvador para a seleção peruana, Guerrero chegou ao Maracanã com a cara do cansaço. Ele entrou aos 14 minutos do segundo tempo (junto com Arão. Trauco entraria depois) e teve, logo, uma chance incrível, em bola milimétrica de Berrío que o peruano caprichou, mas colocou para fora de cabeça. No mais, pouco conseguiu ajudar o ataque do Rubro-Negro.


Guerrero entrou no 2º tempo no Fla-Flu e teve chance de marcar (Foto: André Durão)

Arão entra e muda cara do time
Na reserva nesta partida, Willian Arão mudou o meio de campo do Flamengo. Se antes Éverton Ribeiro, que acertou bonito chute e tentou bom passe na primeira etapa para Paquetá, era praticamente o único responsável pela articulação das jogadas de infiltração, o volante fez Berrío jogar e se aproximou de Guerrero.

27003 visitas - Fonte: Globo Esporte


Instale o app do Flamengo para Android, receba notícias e converse com outros flamenguistas no Fórum!

Mais notícias do Flamengo

Notícias de contratações do Flamengo
Notícias mais lidas

Comentários do Facebook -




E nas coletivas de imprensa continuam os discursos de que tudo esta normal, que o time está se encontrando, a defesa está compacta, e outras desculpas. Isso só mostra que a diretoria e o time precisam acordar...

Messias Souza     

não vale apena nem comenta é perca de tempo.

não tem um jogador que preste, tens uns que nem matar uma bola sabe. quem ensinou esse Pará, Rômulo, Márcio Araújo , a jogar cometam o dinheiro deles

Time sem vergonha!!! Vou cancelar meu sócio torcedor!!!

time sem vergonha ,sem raça , é sem moral .São um monte de fia da puta rico q não tem respeito com a nação rubro negra.

Joel Lisboa     

Flamengo, é um carro com lataria de Ferrari e motor de fusca

sei não se permanecer ano que vem com este time todo ai é burrice. á meta de Ai pode sair.

Mariana Teles     

Nossa o Flamengo era pra ter ganho o jogo.mais por azar o Pará faz gol contra. Ainda bem que ganharam 1 ponto.

timeko

Time sem vergonha e uma vírgula!!!!! time de merda isso sim.

Claudio Luís     

Time de CUZAO, cambada de frouxo!!!!

LIBERAMOS OS CANAIIS PARA ASSINANTES DE TV DE TODO BRASIL TAMBÉM REDUZIMOS O VALOR DA CONTA
WHATSAPPP 11958694345

Assis Chaffin     

time sem vergonha sem vergonha sem vergonha...

tá uma vergonha msm assistir jogo do mengão. Vai ser uma vergonha maior ainda ficar fora da Libertadores...

e um time sem inspiração nem uma

Ewerton Borini     

Mario Araujo .Rômulo . berrio. temos que ver estes perna de pau agora com Rueda temos que engolir Paquetá .

Luiz Gonzaga     

time sem raça.sem vergonha.todos aqueles filha das putas recebe em dia.a diretoria tem que que mandar estes mesas para muito longe do flamengo

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias do Mengão

Próximo Jogo - Brasileiro

Domingo - 19:00 - Luso Brasileiro - /-
Flamengo
Santos

Último jogo - Copa Sul-Americana

Quinta - 21:45 - A definir
Flamengo
2 1
Junior de Barranquilla

Classificação