4/8/2021 09:02

Flamengo amplia receita de marketing para 64, mas parcela prêmio do Brasileirão

Flamengo amplia receita de marketing para 64, mas parcela prêmio do Brasileirão

As contas do Flamengo em 2021 mostram um crescimento de receitas, principalmente de marketing, em meio à pandemia. Houve um aumento de 64% nas receitas com este item. Mas, pelo equilíbrio das contas, foi necessário parcelar o pagamento dos prêmios aos jogadores do Brasileiro por toda a temporada.



O clube fechou o primeiro semestre com receitas e despesas praticamente empatadas: houve um prejuízo de R$ 116 mil. Ainda assim, houve um aumento na dívida líquida em torno de R$ 30 milhões, resultado principalmente do acordo para pagar de forma paulatina a premiação dos atletas à Série A.


A receita registrada no primeiro semestre foi de R$ 364,7 milhões, valor superior ao mesmo período de 2020 que ficou em R$ 325 milhões. Um dos principais fatores foi o deslocamento do dinheiro da televisão do Brasileiro de uma temporada para a outra. O Flamengo ganhou mais com pay-per-view e premiações.


Mas houve, sim, um crescimento nas receitas de marketing. O valor arrecadado com publicidade e propaganda atingiu R$ 76 milhões. No ano passado, no mesmo número de meses, o clube ganhara R$ 46 milhões. O aumento chega a 64% e eleva a receita anual a casa de R$ 150 milhões.


Na diretoria rubro-negra, o crescimento deste número é principalmente atribuído a exploração de publicidade de redes sociais e FlaTV que têm aumentado consideravelmente. É fato que o clube também assinou contratos novos de patrocínio com Mercado Livre e Havan, entre outros parceiros. São valores maiores do que as empresas que saíram da camisa.


Também houve um aumento expressivo nos valores com mídia digital e serviços on demand, que saltaram do zero para R$ 75 milhões. Neste valor, estão o ppv do Carioca e do Brasileiro (certamente o maior valor).


Esses aumentos compensaram a queda do receita de bilheteria. As negociações de atletas também estava abaixo do ano passado até o meio do ano. Isso porque a venda de Gerson para o Olympique ainda não foi incluída nas contas do Flamengo pois só seria contabilizada em julho quando abre a janela de transferências.


Neste contexto, o Flamengo negociou para parcelar o pagamento dos prêmios dos jogadores pelo Brasileiro. O total chega a R$ 30 milhões a serem destinados aos atletas. No balancete, é registrado um montante em aberto de R$ 18 milhões a serem quitados com os atletas. Isso explica o crescimento na dívida líquida de R$ 30 milhões.



A diretoria vai pagar outra parcela do prêmio agora em agosto. O restante será quitado até o final do ano. Entre os dirigentes, a situação do caixa é considerada tranquila mesmo sem a presença de público. Após a venda de Gerson, o clube já fez a conta que fechará empatado ou com pequeno lucro. Ainda mais com outros ganhos com Jean Lucas e talvez Rodrigo Muniz.

#flamengo #mengao #rubronegro #marketing #premiacoes #receita

1245 visitas - Fonte: Uol Esportes


VEJA: CBF marca jogos adiados do Flamengo para novembro; Veja!

CONFIRA: Flamengo monta estratégia e monitora situação do lateral Daniel Alves; confira
















Instale o app do Flamengo para Android, receba notícias e converse com outros flamenguistas no Fórum!

Mais notícias do Flamengo

Notícias de contratações do Flamengo
Notícias mais lidas

Comentários do Facebook -




Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.
Casa da apostas online Betway

Últimas notícias do Mengão

Próximo Jogo - Brasileiro

Domingo - 20:30 - Maracanã - SporTV
Flamengo
Grêmio

Último jogo - Copa do Brasil

Quarta - 21:30 - Maracanã
Flamengo
2 0
Grêmio