28/11/2021 10:04

ANÁLISE: Flamengo ofereceu pouco pelo tri e erro de Andreas ficará na história

ANÁLISE: Flamengo ofereceu pouco pelo tri e erro de Andreas ficará na história

Andreas Pereira na derrota do Flamengo para o Palmeiras — Foto: Getty Images

Difícil falar de um jogo decidido por um erro individual.

Andreas Pereira teve papel determinante no título do Palmeiras na Libertadores e sabe disso - tanto que pediu desculpas em meio ao pranto sem fim na noite de sábado. Mas a justiça da vitória verde vai além e passa por um fator que repete Lima-2019: competiu mais do que o Flamengo.



Seja pela autossuficiência técnica, seja por características de jogo, o Flamengo se comportou por boa parte dos 120 minutos como se jogasse uma partida de pontos corridos do Brasileirão. Não à toa, quando deu por si já perdia por 1 a 0.


LEIA TAMBÉM: Adeus? Renato Gaúcho chora em discurso aos jogadores no vestiário e adota tom de despedida do Flamengo


Tal qual no Peru quando contou com o predestinado Gabigol para virar um jogo onde pouco produziu, o Flamengo parecia entrar mais fraco nas divididas e fazer mais força para jogar. A impressão era de que sempre os jogadores do Palmeiras tinham maior liberdade e espaço para construir.

A final da Libertadores é um típico caso onde os números dizem muito pouco do que foi o jogo. O Flamengo teve maior posse de bola (64% x 36%), finalizou mais (19 x 10), mas praticamente não deu trabalho a Weverton. Tanto que o Palmeiras concluiu na direção do gol seis vezes, enquanto os rubro-negros apenas duas.

O clichê indica que em uma final de 90 minutos os detalhes fazem a diferença, e o detalhe do Centenário foi um Flamengo que entrou em campo para sentir o jogo e um Palmeiras que absorveu o clima de uma final antes do apito inicial. O time de Abel Ferreira já estava mais firme nas divididas e ciente do que fazer quando Gustavo Gomez lançou Mayke que rolou para Veiga escorar para o gol.

O lance já mostrava um Flamengo desarrumado e com Filipe Luís fora dos 100%. O lateral praticamente não é visto no lance onde Mayke supera Bruno Henrique para dar a assistência. Com 1 x 0, o jogo ficou dos sonhos para o Palmeiras.

Bem fechado, o time verde alternativa linhas de quatro e de cinco defensivas para fechar os espaços de um Flamengo que teve muitos jogadores bem abaixo do esperado. Éverton Ribeiro, Bruno Henrique e Arrascaeta fizeram muito pouco para furar a retranca, e coube a David Luiz e Andreas encontrar espaços.

A falha decisiva do volante se torna ainda mais cruel justamente por isso. Nos 90 e poucos minutos de bola rolando, foi Andreas o melhor jogador rubro-negro. Quem mais chamou a responsabilidade e tentou criar algo.

A entrada de Michael na vaga de Éverton Ribeiro no segundo tempo era até óbvia para abrir um time que insistia em jogar por dentro. A capacidade de criação, por sua vez, seguia pouca, até que Gabigol saiu da área para tabelar com Arrascaeta e empatar na reta final do segundo tempo. Foi quando o Flamengo ficou mais perto de vencer.

Michael recebeu passe longo e limpo para invadir a área e chutar cruzado. Errou o alvo. Vacilo quase tão grande quanto o de Andreas minutos depois, mas pouco lembrado.

Com Kenedy na vaga de Bruno Henrique, o Flamengo tentou ganhar fôlego, mas nem teve tempo de arrumar a equipe. O apagão de Andreas tornou Deyverson herói e a América verde.



O 2 a 1 do Palmeiras caiu no time do Flamengo como um ato final. Por mais que tivesse mais de 20 minutos pela frente, o time perdeu forças, a arquibancada também, e a equipe ficou sem o tricampeonato.

Venceu o time que mais competiu e menos errou. Fica a dica aos rubro-negros para o ano que vem, quando disputará novamente uma vaga na decisão em Guayaquil.

Flamengo, ofereceu, tri, Andreas, história

1701 visitas - Fonte: globoesporte


VEJA TAMBÉM
- ANÁLISE: Flamengo reage às críticas e sai das cordas, mas precisa dar respostas em sequência
- Sousa revela divergência com Diego Alves no Flamengo
- Willian Arão recebe o terceiro cartão amarelo e desfalca o Flamengo na Libertadores

VEJA: Flamengo tem pior início de Brasileirão em oito temporadas e corre risco de entrar no Z4

CONFIRA: Na corda bamba? Flamengo não avalia demissão do técnico Paulo Sousa















Instale o app do Flamengo para Android, receba notícias e converse com outros flamenguistas no Fórum!

Mais notícias do Flamengo

Notícias de contratações do Flamengo
Notícias mais lidas

Comentários do Facebook -




Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias do Mengão

Próximo Jogo - Brasileiro

Sábado - 16:30 - Maracanã - Premiere
Flamengo
Goiás

Último jogo - Libertadores

Terça - 21:30 - Maracanã
Flamengo
3 0
Univ. Católica