20/5/2022 14:10

Incêndio no Ninho: Justiça nega pedido e mantém Bandeira de Mello em ação

Vítimas do incêndio no Ninho do Urubu, CT do Flamengo, estão homenageados em muro próximo ao Maracanã (Imagem: Bruno Braz / UOL)

O ex-presidente do Flamengo Eduardo Bandeira de Mello segue respondendo por incêndio culposo na Justiça. Em decisão publicada ontem (19), a desembargadora Sueimei Cavalieri, da 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, negou o habeas corpus pedido pela defesa do ex-dirigente, que pedia a extinção da ação no caso da tragédia que matou dez adolescentes no Ninho do Urubu, em fevereiro de 2019.



A defesa de Bandeira de Mello argumentava que não há indícios de autoria de crime por parte do ex-presidente, pois o incêndio teria nascido de uma falha em um ar condicionado, algo que o então presidente do Flamengo não poderia prever. No entanto, a desembargadora concluiu que "tal análise demanda o exame aprofundado de todo o conjunto probatório", ou seja, que é preciso avaliar todas as provas antes de livrar o cartola de qualquer culpa pelo incêndio.

"Conclui-se que as matérias suscitadas constituem precisamente argumentação relativa ao mérito da ação penal e somente podem ser resolvidas na sentença", escreve Sueimei Cavalieri. A ação, portanto, continua.

Bandeira de Mello era o presidente do Flamengo em fevereiro de 2019, quando dez adolescentes morreram em um incêndio no alojamento das categorias de base, dentro do Ninho do Urubu. Ainda há outros sete réus na ação que respondem por incêndio culposo, sendo dois funcionários do clube: o ex-diretor financeiro Márcio Garotti e o engenheiro Marcelo Sá. Quatro réus são da NHJ, empresa responsável pela construção do contêiner que pegou fogo (Claudia Pereira Rodrigues, Danilo da Silva Duarte, Fabio Hilário da Silva e Weslley Gimenes), e o técnico em refrigeração Edson Colman da Silva também responde na Justiça.



No ano passado, a Justiça do RJ não aceitou as denúncias feitas pelo Ministério Público contra Carlos Noval, ex-diretor de base do Flamengo, que desde então deixou de ser investigado na ação. O mesmo valeu para o engenheiro Luiz Felipe Pondé e o monitor Marcus Vinicius Medeiros.

558 visitas - Fonte: Uol


VEJA TAMBÉM
- Representante de Alexis Sánchez abre o jogo sobre possível chegada ao Flamengo; confira
- Últimas notícias do Flamengo: 5 notícias do Rubro-Negro que bombaram hoje (03/07)
- Medalhão do Flamengo é oferecido a gigante europeu e pode deixar o clube

VEJA: Substituto de Filipe Luís? Lateral argentino fica livre no mercado e flamenguistas fazem campanha pela contratação

CONFIRA: Após saída, Andreas coloca "torcedor do Flamengo" em perfil no Instagram e posta vídeo chorando















Instale o app do Flamengo para Android, receba notícias e converse com outros flamenguistas no Fórum!

Mais notícias do Flamengo

Notícias de contratações do Flamengo
Notícias mais lidas

Comentários do Facebook -




Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias do Mengão

Próximo Jogo - Libertadores

Quarta - 21:30 - Maracanã - ESPN
Flamengo
Tolima

Último jogo - Brasileiro

Sábado - 19:00 - Vila Belmiro
Santos
1 2
Flamengo