23/1/2013 06:08

Engenhão inicia ano com 6 jogos em 12 dias, e Botafogo age para reduzir maratona

Engenhão inicia ano com 6 jogos em 12 dias, e Botafogo age para reduzir maratona

Pelo terceiro ano consecutivo, o Engenhão será o principal palco de futebol do estado do Rio. Somente nos 12 primeiros dias de Taça Guanabara, seis partidas serão disputadas na ‘casa’ do Botafogo. De olho na qualidade do gramado, o Alvinegro agiu nos bastidores e fez um pedido à Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro) para reduzir a maratona de jogos no Estádio Olímpico João Havelange.

O diretor executivo do Botafogo, Sérgio Landau, é um dos mais empenhados em reduzir a quantidade de jogos no Engenhão. O dirigente afirmou que as conversas com a federação já se iniciaram e aguarda uma posição da entidade para que haja uma decisão o quanto antes.

“Vamos discutir essa questão com a federação. Por isso chamamos a imprensa para ver a qualidade do gramado antes mesmo da estreia do Carioca. Pois será impossível manter o nível do gramado com a quantidade excessiva de jogos que está havendo. Assim não será possível. Já estamos negociando com a Federação e esperamos uma atitude deles”, disse ao UOL Esporte.

Apenas na primeira rodada, o Engenhão foi palco de duas partidas. No sábado, o Flamengo estreou o gramado e venceu o Quissamã por 2 a 0. Já no domingo foi a vez do próprio Botafogo entrar em campo e bater o Duque de Caxias. A segunda rodada terá apenas um confronto: Fluminense x Olaria, na quinta-feira.

Dando sequência á maratona, mais um jogo movimentará o estádio na 3ª rodada, quando Botafogo e Fluminense medirão forças. No mesmo dia, o Flamengo encara o Volta Redonda, mas mandará a partida em Moça Bonita. Nos últimos confrontos do mês, Fluminense e Friburguense se enfrentam, além do clássico entre Vasco x Flamengo. Assim, o Engenhão receberá seis confrontos em apenas 12 dias.

Além do excesso de jogos, outro fator dificulta ainda mais a manutenção da qualidade do gramado: a chuva. Landau afirma que as condições climáticas podem deixar o campo em situação ainda mais delicada, como ocorreu no último Brasileiro. Segundo o dirigente, os acontecimentos de 2012 são um exemplo para que não se repita na atual temporada.

“Foi o que ocorreu no ultimo Brasileiro. Era um período de chuva, que não era comum para época do ano e o gramado virou um lamaçal. O que ocorreu ano passado é um exemplo para que não ocorra em 2013, isso você pode ter certeza”, disse. “Informar onde cada jogo será disputado cabe á federação. Não cabe a nós. Cedemos o gramado à federação depois direciona. Se chegar a um estado que achamos que prejudicará o Botafogo, intercederemos com mais veemência. Mas avisar os clubes se vão ou não jogar no Engenhão é com a Federação”, finalizou.

2574 visitas - Fonte: Uol


VEJA: Flamengo planeja compra de clubes pela Europa e pelo mundo

CONFIRA: Organizadas do Flamengo se reúnem com diretoria e autoridades para tratar sobre viagem ao Uruguai
















Instale o app do Flamengo para Android, receba notícias e converse com outros flamenguistas no Fórum!

Mais notícias do Flamengo

Notícias de contratações do Flamengo
Notícias mais lidas

Comentários do Facebook -




Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.
Casa da apostas online Betway

Últimas notícias do Mengão

Próximo Jogo - Brasileiro

Sábado - 19:00 - Maracanã - Premiere
Fluminense
Flamengo

Último jogo - Copa do Brasil

Quarta - 21:30 - Arena da Baixada
Athletico-PR
2 2
Flamengo