23/1/2013 11:57

Adryan evita polêmicas da Sub-20 na volta ao Fla: ‘Fiz o que podia’

Meia diz que lamenta queda precoce da Seleção no Sul-Americano e critica desabafos na imprensa: ‘Não são coisas que devem ser ditas’

Adryan evita polêmicas da Sub-20 na volta ao Fla: ‘Fiz o que podia’

De volta à rotina de trabalho no Flamengo, Adryan quer esquecer a eliminação da seleção brasileira sub-20 na primeira fase do Sul-Americano da categoria. Bombardeado por críticas assim como todo o grupo, o meia voltou de San Juan, na Argentina, sem dar explicações sobre a campanha da equipe. No desembarque da delegação, passou pelo saguão do aeroporto sem falar com os jornalistas. O jogador nega que tenha se omitido. Nem em campo, nem diante dos microfones. Diz que foi apenas uma opção.

- Eu realmente não quis falar. Tinha dois amigos que estavam no aeroporto me esperando, fui na direção deles e eles estavam totalmente do lado oposto da imprensa. Falaram que eu fugi, mas são coisas que acontecem. Eu não ligo para isso, não. Só queria encontrar a minha família, ir para casa e tentar esquecer isso um pouco, porque não foi bom.

Adryan não falou, mas o técnico Émerson Ávila e o atacante Marcos Júnior, do Fluminense, abriram o verbo no desembarque. Ambos criticaram a postura de alguns jogadores, falaram em falta de comprometimento, mas não citaram nomes. Em sua reapresentação no Inter, o meia Fred também desabafou e condenou o excesso de brincadeiras. Para não tentar apagar fogo com gasolina, o meia do Flamengo foge de polêmica.

- Cada um define do seu jeito. Fiz o meu trabalho, fiz o que podia fazer, sempre treinei forte, conquistei meu espaço. Da minha parte foi tudo bem. Das outras pessoas, do que estão falando, isso já não pude ver. Deixa as pessoas que falaram responder a essa pergunta.

Adryan não foi bem no Sul-Americano, assim como todo o grupo. O meia treinou no time titular durante toda a preparação na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), e começou os jogos contra Equador e Uruguai. Após um empate e uma derrota, virou reserva na terceira rodada e não enfrentou a Venezuela, quando a equipe brasileira venceu por 1 a 0. No quarto e último jogo, contra o Peru, começou no banco e entrou no intervalo. A Seleção acabou derrotada por 2 a 0 e caiu na fase inicial.

Da estreia ao adeus melancólico, foram duas semanas tensas em San Juan, já que a eliminação precoce rondou o time desde o início da disputa. Os jogadores, em geral, não tiveram problemas entre eles. Um fato, porém, incomodou bastante antes da partida decisiva contra o Peru e envolveu Adryan. Horas antes de a delegação deixar a concentração e seguir para o Estádio Bicentenário, o meia postou uma foto em uma rede social com a camisa do Flamengo e disse que estava com saudades de jogar no clube. O comentário pegou muito mal entre os jogadores, já que o momento era de foco na partida que poderia tirar o Brasil do Sul-Americano sub-20, como de fato tirou. Adryan, outra vez, evita criar caso.

- Todo mundo viu o que estava acontecendo. O que acontece lá dentro para mim tem de ficar lá dentro, não são coisas que devem ser ditas. A imprensa quer que as pessoas cheguem e falem o que está acontecendo. Mas acabou que não deu certo, apenas isso. As coisas que ocorreram fora do campo é problema nosso. Tudo que aconteceu lá a gente resolve lá. A gente lamenta muito por ter saído na primeira fase, mas são coisas que acontecem. Agora é bola para frente, cada um no seu clube, tem de continuar.

Fica uma marca negativa para a geração. Foi a segunda vez apenas que o time canarinho caiu na primeira fase do torneio. Os brasileiros deixaram escapar a vaga no Mundial da categoria, o que não acontecia desde 1979.

De volta ao Rubro-Negro, Adryan está relacionado para a partida contra o Madureira, nesta quarta-feira, pela segunda rodada da Taça Guanabara. Volta com disposição para ganhar de vez espaço no grupo e tentar deixar no passado as oscilações de 2012.

- Infelizmente lá (na Seleção) as coisas não correram bem, mas agora estou aqui no Flamengo. Estou com muita vontade de jogar aqui, cheguei agora, nesse começo de ano bateu uma saudade daqui demais. E eu pretendo participar dos jogos e dos treinos bem para poder ter mais oportundiades este ano. Estou aqui trabalhando para isso, o professor já botou para treinar, espero que nesse jogo me dê uma oportunidade, espero que corra tudo bem.

Na temporada passada, Adryan fez 25 jogos, sendo oito como titular, e marcou três gols. Em um ano difícil para o time, ele e outros garotos alternaram bons e maus momentos.

- A cada começo de ano a gente tem de aprender um pouco mais. Se o ano passado foi de um jeito, este ano tem de ser melhor. Eu espero que as coisas comecem a acontecer aqui e me sinto muito bem para este ano. A gente vai trabalhar aqui, começou agora, o trabalho está sendo feito, o professor já está montando um time. Então não vai ser um ano tão conturbado quanto o ano passado em relação ao time, aos jogadores, essas mudanças. Vai ser um ano mais competitivo ainda e com um grupo mais certo.

2406 visitas - Fonte: Globo Esporte


VEJA: Flamengo planeja compra de clubes pela Europa e pelo mundo

CONFIRA: Patrocinador cobra o Flamengo que atletas joguem de meias levantadas e não tem resposta: Todos somem
















Instale o app do Flamengo para Android, receba notícias e converse com outros flamenguistas no Fórum!

Mais notícias do Flamengo

Notícias de contratações do Flamengo
Notícias mais lidas

Comentários do Facebook -




Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.
Casa da apostas online Betway

Últimas notícias do Mengão

Próximo Jogo - Brasileiro

Sábado - 19:00 - Maracanã - Premiere
Fluminense
Flamengo

Último jogo - Copa do Brasil

Quarta - 21:30 - Arena da Baixada
Athletico-PR
2 2
Flamengo

Notícias mais lidas