ONG entra com recurso contra arquivamento de caso do Flamengo

27/11/2023 18:09

ONG entra com recurso contra arquivamento de caso do Flamengo

ONG entra com recurso contra arquivamento de caso do Flamengo

ONG entra com recurso contra arquivamento de caso do Flamengo

27 nov 2023 - 17h52
Compartilhar
Exibir comentários

O Grupo Arco Íris de Cidadania LGBT protocolou um recurso contra o arquivamento no Superior Tribunal de Justiça Desportiva da notícia de infração. O procurador de Justiça Desportiva Álvaro Augusto Cassetari considerou que a organização sem fins lucrativos promotora dos direitos da comunidade LGBTQIA+ não era jurisdicionado no tribunal desportivo. A informação é do portal 'ge'.

O pedido é sobre o clássico entre Flamengo e Fluminense , realizado no último dia 14 de novembro, no Maracanã. Nele, portanto, há imagens de torcedores cantando músicas homofóbicas na arquibancada, o que gerou a notícia de infração pedida pelo grupo.

Notícias relacionadas
Flamengo: Pulgar tem desgaste, e Thiago Maia será titular contra o Bragantino
Tite elogia postura do Flamengo e muda discurso sobre briga por título do Brasileirão
América-MG x Flamengo: onde assistir, escalações e arbitragem
Flamengo e Fluminense empataram por 1 a 1, mas cânticos homofóbicos foram denunciados por grupo –

Dessa forma, os representantes da ONG prometem ir até a Justiça comum. Os advogados Carlos Nicodemos e Maria Fernanda Fernandes Cunha consideram que há omissão deliberada no arquivamento.

"…a decisão do Procurador de Justiça em arquivar a Notícia de Infração sem a apresentação de denúncia por fatos violadores comprovados em vídeo de cantos homofóbicos da torcida do Flamengo se caracteriza como uma omissão deliberada em ignorar a ciência sobre fato infracional, descumprindo a responsabilidade de atribuição legal deste órgão ", entende o grupo.

Versão do promotor rebatida

No arquivamento, o procurador do STJD sugeriu que o fato poderia ser noticiado ao Ministério Público competente "ou objeto de ação judicial própria se for fidedigno. Assim, a nova Lei Geral do Desporto aprovada neste ano abrange comportamento de "torcida organizada que em evento esportivo promover tumulto, praticar ou incitar a violência".

Diante disso, o Grupo rebateu a versão do promotor com a lembrança de que em 2021 o STJD julgou e puniu o próprio Flamengo. Na época, também após comportamentos semelhantes de torcedores no jogo contra o Grêmio . Na época, a ONG Coletivo de Torcidas Canarinhos LGBTQ também apresentou notícia de infração.

A primeira punição com perda de mando de campo por gritos homofóbicos aconteceu neste ano. O árbitro paralisou o duelo  entre Corinthians e São Paulo por alguns instantes e o placar eletrônico do estádio corintiano reforçou avisos contra a homofobia. Nesse sentido, o STJD puniu a equipe alvinegra com um jogo de suspensão em julgamento.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

+ Os melhores conteúdos no seu e-mail gratuitamente. Escolha a sua Newsletter favorita do Terra. Clique aqui!

Compartilhar
TAGS
Flamengo Jogada10 Esportes Futebol

357 visitas - Fonte: terra


VEJA TAMBÉM
- Chegando? Jornalista revela situação de William Carvalho com o Flamengo
- Vai embora ou não? Internacional não desiste de Thiago Maia
- Problema? Fabrício Bruno fraturou o nariz




Instale o app do Flamengo para Android, receba notícias e converse com outros flamenguistas no Fórum!

Mais notícias do Flamengo

Notícias de contratações do Flamengo
Notícias mais lidas

Comentários do Facebook -




Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias do Mengão

publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

Carioca

Sb - 16:00 - -
X
Flamengo
Madureira

Carioca

Dom - 16:00 -
2 X 0
Flamengo
Fluminense