29/1/2013 13:09

Rafinha relembra infância sem pai e 'mata um leão por dia' para ficar no time do Fla

Rafinha relembra infância sem pai e mata um leão por dia para ficar no time do Fla

Quem vê Rafinha em campo não sabe das dificuldades que o atacante passou até realizar o sonho de vestir a camisa do Flamengo. Levado pela mãe para Brasília ainda muito novo, o jovem maranhense cresceu sem a companhia do pai, que ainda mora no estado nordestino. Provável titular no clássico de quinta-feira, contra o Vasco, o jogador relembrou os momentos difíceis por quais passou.

“É nesta hora que me lembro de toda a caminhada. Foi muito difícil. Saí do Maranhão muito novo com a minha mãe e fui pra Brasília. Eu, ela e apenas um irmão. Todos os outros ficaram lá. Nem lembro direito e não tenho muito contato. Com o meu pai, por exemplo, não falo há mais de 10 anos”, disse Rafinha. “Tenho que matar um leão por dia a cada treino para me manter no time. Preciso melhorar a cada jogo", completou.

O hoje atacante do Flamengo carrega uma marca da infância na maça esquerda do rosto. A cicatriz vem de um corte causado por um copo de vidro enquanto brincava na rua. O espirito de garoto e a humildade não ficaram no passado. Diferente da maioria, Rafinha ainda não tem carro e depende das caronas de Rodolfo para ir aos treinos do Rubro-negro.

“Não fico deslumbrado com tudo isso. Sou um jogador pé no chão. Leio os comentários positivos em sites e jornais, mas estou tranquilo. Não me iludo com isso. O que interessa mesmo é manter a fase, até porque o futebol muda muito. Hoje, estou aqui, mas nunca sabemos o que pode acontecer amanhã", disse o atacante.

Se o contato com o pai foi perdido, com a mãe Rafinha mostra uma forte ligação. O atacante revelou que tem feito a alegria da casa nos últimos dias, por estar jogando pelo time profissional do Flamengo.

“Só de entrar no Ninho [Centro de Treinamento] já foi um sonho. A família toda é rubro-negra e sempre acompanhei o time. Agora, podendo jogar, é melhor ainda. Minha mãe fica muito feliz”, disse o jogador, que espera calar os críticos do início de carreira.

“Falaram que eu não ia chegar porque era pequeno, franzino. Quero mostrar meu valor”, encerrou.

3015 visitas - Fonte: Uol


VEJA: Flamengo planeja compra de clubes pela Europa e pelo mundo

CONFIRA: Patrocinador cobra o Flamengo que atletas joguem de meias levantadas e não tem resposta: Todos somem
















Instale o app do Flamengo para Android, receba notícias e converse com outros flamenguistas no Fórum!

Mais notícias do Flamengo

Notícias de contratações do Flamengo
Notícias mais lidas

Comentários do Facebook -




Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.
Casa da apostas online Betway

Últimas notícias do Mengão

Próximo Jogo - Brasileiro

Sábado - 19:00 - Maracanã - Premiere
Fluminense
Flamengo

Último jogo - Copa do Brasil

Quarta - 21:30 - Arena da Baixada
Athletico-PR
2 2
Flamengo