31/3/2013 19:09

Com gol no fim, Flamengo perde para o Audax e se complica na Taça Rio

Aos 47 minutos do segundo tempo, Hyuri, atacante do Audax, tocou na saída de Felipe para determinar a primeira derrota de Jorginho no comando do Fla

Com um gol aos 47 do segundo tempo, o Audax venceu o Flamengo na tarde deste domingo, em Moça Bonita, pela quarta rodada da Taça Rio. Com o revés de 2 a 1, o Rubro-Negro se vê cada vez mais distante da zona de classificação para as semifinais do segundo turno. O time da Gávea está seis pontos atrás do Flumiense, segundo colocado do Grupo B. O Audax, por outro lado, venceu a primeira no returno e deixou a lanterna do grupo.

Na próxima rodada, o Rubro-Negro irá enfrentar o Duque de Caxias, sábado, às 16h, novamente em Moça Bonita. Já o Audax vai receber o Macaé, no mesmo horário, no Mourão Filho.

REPRISE DA RODADA ANTERIOR
Se Jorginho fez mudanças para que o Flamengo não repetisse os erros cometidos na partida contra o Bangu, o treinador, pelo menos no início do jogo deste domingo, não foi bem sucedido. Assim como na rodada anterior, o time rubro-negro sofreu um gol com menos de três minutos. Aos dois, após João Paulo não conseguir afastar um cruzamento, André Castro abriu o placar para o Audax. Pronto! O despero podia ser percebido facilmente no rosto dos atletas que envergavam a camisa vermelha e preta.

Mais uma vez tendo de correr atrás do placar - só que nesta ocasião com uma equipe ainda mais jovem em campo -, o Rubro-Negro demorou para se organizar. Em meio à correria desordenada dos garotos, como Nixon, que começou na vaga de Hernane, e Rafinha, o time ficava sem um jogador que colocasse a bola no chão e fizesse com que o time se reorganizasse.

A primeira boa chance do Flamengo aconteceu somente aos 28 minutos. Com muita visão de jogo, Rodolfo encontrou Léo Moura, que, na linha de fundo, quase achou Nixon para empatar o jogo. Esse lance, porém, foi o único de lucidez do time rubro-negro. Para se ter uma ideia, Amaral era quem fazia a ligação entre o meio de campo e o ataque. Elias sequer foi notado em campo durante a primeira etapa.

Claramente insatisfeito com o rendimento do time, Jorginho deixou que o desespero tomasse conta dele. Aos 42, o treinador tomou uma atitude, no mínimo, precipitada: tirou Nixon, que havia barrado Hernane antes do jogo, para a entrada do próprio Brocador. Com isso, jogou a torcida contra o jovem atleta, que saiu cabisbaixo de campo.

TRISTEZA NO FIM
Os 15 minutos de intervalo fizeram bem à equipe rubro-negra, que voltou muito mais tranquila e organizada para a segunda etapa. A organização do time, inclusive, não demorou para ter uma consequência no placar. Aos oito, Gabriel, após receber passe de Rafinha, gingou na frente do zagueiro e deu um belo chute para empatar o jogo.

O gol de empate motivou Jorginho a mexer pela segunda vez no time. Aos 20, o treinador tirou Rodolfo, que vinha jogando razoavelmente bem, para a entrada de Carlos Eduardo. Com o passar do tempo, o jogo ia ficando mais perigoso. Buscando o gol da virada, o Flamengo dava espaços para o Audax jogar no contra-ataque. Percebendo isso, Jorginho fez a ultima alteração na equipe: Ibson entrou no lugar de Rafinha, para dar mais suporte ao meio de campo rubro-negro.

Aos 32, Carlos Eduardo cruzou na cabeça de Elias, que testou a bola na trave. Mas, embora esse lance tenha enxido os torcedores rubro-negros de esperança, foi a última boa chance do Flamengo no jogo. O pior estava por vir. Aos 47, quando o jogo parecia que ia ficar mesmo no empate, Hyuri determinou a primeira derrota do Flamengo na Taça Rio: 2 a 1 para o Audax.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 1 X 2 AUDAX
Estádio: Moça Bonita, no Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 31/3/2013 - 16h (de Brasília)
Árbitro: Eduardo Cordeiro Guimarães (RJ)
Auxiliares: Luiz Antonio Minuz (RJ) e Michael Correia (RJ)

Cartões Amarelos: Alex Silva (FLA); Romário (AUD)

Cartões Vermelhos: Não houve

Público/Renda: 2.005 pagantes/ R$ 49.640
GOLS: André Castro, 2'/1ºT (0-1); Gabriel, 8'/2ºT (1-1); Hyuri, aos 47'/2ºT (1-2)
FLAMENGO: Felipe, Léo Moura, Alex Silva, Renato Santos e João Paulo; Amaral, Elias, Gabriel e Rodolfo (Carlos Eduardo, aos 20'/2ºT); Rafinha (Ibson, aos 30'/2ºT) e Nixon (Hernane, aos 42'/1ºT). Técnico: Jorginho.
AUDAX: Rafael Sandes; Adriano, Anderson Luis, Fabiano Eller e Romário; Andrade, Leandro Bonfim e André Castro (Guilherme, aos 35'/2ºT); Denilson, Diego Sales (Hyuri aos 14'/2ºT) e Romulo (Wellington, aos 14'/2ºT). Técnico: Maurício Barbieri.

3195 visitas - Fonte: Lance!


CONFIRA: “Colocamos em prática no campo”, Rodrigo Muniz revela conversa com Maurício Souza antes do jogo

VEJA: “É um dos melhores atacantes do mundo”, Em documentário, Jorge Jesus rasga elogios a Gabigol













Instale o app do Flamengo para Android, receba notícias e converse com outros flamenguistas no Fórum!

Mais notícias do Flamengo

Notícias de contratações do Flamengo
Notícias mais lidas

Comentários do Facebook -




Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.
Casa da apostas online Betway

Últimas notícias do Mengão

Próximo Jogo - Carioca

Domingo - 18:00 - Maracanã -
Flamengo
Fluminense

Último jogo - Carioca

Sábado - 18:00 - Maracanã
Macaé
0 2
Flamengo