15/12/2017 19:51

Após novos casos de violência, Fla estuda cancelamento de programa 'corporativo'

Clube tem plano de sócio corporativo que privilegia venda de ingressos para organizadas. Incidentes graves em 2017 podem causar mudanças em procedimento

Após novos casos de violência, Fla estuda cancelamento de programa corporativo

Foto: Raphael Zarko

Após um ano marcado por uma série de problemas envolvendo violência e atos de vandalismo de torcidas organizadas, o Flamengo discutirá a possibilidade de extinguir o seu plano de sócio corporativo, que atende esses grupos de rubro-negros, em 2018. O conselho diretor rubro-negro irá avaliar o tema. A informação foi dada pelo jornal ''O Globo'' e confirmada pelo GloboEsporte.com.



O plano de sócio corporativo foi uma saída jurídica da atual diretoria em 2013 para controlar a venda de lotes de ingressos para torcidas organizadas. Cada uma tem sua cota fixa, que tem de ser comprada inteira, para cada jogo. A Raça Rubro-Negra, por ser a maior das organizadas do clube, tem a maior cota. O acordo prevê o cadastro de até 500 usuários. A organizada pode, com 10 dias de antecedência, desistir de até um terço de sua cota.

Além das confusões e casos de vandalismo graves do Maracanã, a semana foi marcada por uma nova fase da Operação Limpidus da Polícia Civil, que investiga envolvimento de integrantes de organizadas e funcionários e dirigentes de clubes em esquema de revenda ilegal de ingressos com preços majorados. Cinco pessoas ligadas à operação de ingressos do clube da Gávea chegaram a ser detidas.

4287 visitas - Fonte: Globoesporte.com


Instale o app do Flamengo para Android, receba notícias e converse com outros flamenguistas no Fórum!

Mais notícias do Flamengo

Notícias de contratações do Flamengo
Notícias mais lidas

Comentários do Facebook -




Antonio Alves     

eliminar esses vândalos que vão prejudicar a instituição FLAMENGO cadeia neles

Torcedores que roubaram o ambulate, é o cara só carro, não eram de torcida organizada. vamos prestar + atenção antes de julgar.

o governo federal têm que manda acabar com essas distribuições de engresso para torcida organizada porque esses torcedores não são de torcida organizada são um bando de bandidos porque o que fizeram com os vendedores ambulante roubando suas cervejas os pobres querendo ganha um extra no Natal para pagar seus compromissos e depois foram agredir um cidadão que atropelou um torcedor so para os outros do grupo rouba os pertences do rapaz isso é um absurdo o governo federal têm que intervir e acabar com essas distribuições de engresso para torcida organizada o cidadão comum que tosse para o seu clube de coração paga caro o engresso Pará asisti o jogo do seu clube de coração porque as torcida organizada não paga o mesmo valor do engresso dão engresso para torcida organizada para fazer essas bagunças e prejudicar o clube depois quem vai pagar essa conta não são as torcida organizada e sim o clube o ministério público federal têm que manda os clubes de da engresso para torcida organizada àquele que desobedecer a justiça poda na cadeia ou então o presidente perde o mandato de presidente.

isso é muito ruim para clube que já tem seus problemas, lamentável,

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias do Mengão

Próximo Jogo - Brasileiro

Quarta - 21:45 - Maracanã - Premiere
Flamengo
São Paulo

Último jogo - Brasileiro

Quarta - 21:00 - Allianz Parque
Palmeiras
1 1
Flamengo