13/9/2018 11:07

ENTEVISTA! Mauricio Barbieri cede entrevista e fala sobre mudança em método de jogo carioca

ENTEVISTA! Mauricio Barbieri cede entrevista e fala sobre mudança em método de jogo carioca

Depois do empate por 0 a 0 com o Corinthians no Maracanã (veja os melhores momentos no vídeo acima), Mauricio Barbieri lamentou não traduzir em gol a superioridade do Flamengo jogando em casa pela semifinal da Copa do Brasil. Para o técnico, sua equipe "encurralou" o adversário, porém encontrou poucos espaços. Mas em São Paulo ele espera um jogo diferente.



- Os números refletem o que foi o jogo. Números que tenho são de mais de 70% (de posse de bola), mais de 20 finalizações, adversário quase não finalizou. Encurralamos o time dele, não trocaram mais do que três ou quatro passes, recuperamos rápido, tentamos, finalizamos, cruzamos bola, tentamos mudar o panorama.

- É um jogo de 180 minutos. Lá eles vão ter que sair um pouco mais e esperamos encontrar os espaços - completou.

Na partida de volta, qualquer empate leva a decisão para a disputa de pênaltis. Quem vencer na Arena Corinthians garante vaga na final da Copa do Brasil e enfrenta o vencedor de Cruzeiro x Palmeiras - os mineiros saíram na frente fora de casa: 1 a 0.

[

Mais sobre a superioridade rubro-negra
- O Cássio não fez defesas milagrosas, mas fez defesas. Não faltou agressividade. Buscamos o gol com inteligência, não adianta desesperar. Tivemos o controle absoluto do jogo, mas não fizemos o gol. Está aberto. Teremos mais 90 minutos para buscar esse gol.

Mudar a forma de jogar
- Já usamos o Vitinho para ter mobilidade, já colocamos dois centroavantes. Buscamos variações.

Centroavantes
- Temos escolhido em função da característica do adversário. Em função do que o adversário apresenta, podemos usar a potencialidade de um ou outro. Os adversários vêm muito fechados e fica difícil circular dentro da hora. Temos que buscar variações de jogadas. É preciso que saibam que sabemos que temos o que melhorar. São 54 dias sem semana cheia para trabalhar. Agora, vamos pensar no Vasco, que é muito importante, e depois teremos uma semana.

Poucos gols em mata-mata
- Se pegar esse recorte, você tem razão. Se pegar o Brasileiro, somos o melhor mandante.

Cogita abrir mão da posse para ter espaços?
- É uma pergunta complicada. A partir do momento que eu ofereço a iniciativa ao adversário, tenho menos tempo para criar. É uma questão delicada. Se o jogo fosse um pouco mais franco, no sentido do adversário tentar criar um pouco mais, seria diferente. Temos questões a serem solucionadas e vamos tentar achar no tempo para trabalhar.

Opção de Paquetá mais avançado
- Todos os meias têm tido um bom desempenho, o número de gols mostra isso. A possibilidade de usar o Paquetá mais adiantado existe e já usamos, mas vai depender das características do adversário e do jogo.

Insistência na bola aérea
- Desespero não é de maneira nenhuma. Nossa ideia não é ter a posse de bola pela posse de bola. É uma posse que tem mérito. Quando o Corinthians tentou jogar, sufocamos e recuperamos. Sobre alçar bola na área, não é desespero. Quando usamos Dourado e Lincoln, homens de área, temos que fazer a bola chegar lá dentro.

Uribe
- Não conseguiu ter oportunidades claras. Não fomos capazes de oportunizar e não podemos jogar toda responsabilidade. Vamos seguir analisando a característica do adversário para fazer as escolhas.



Arbitragem
- Acho que ele fez um bom jogo, seguro e está de parabéns. Reconheço isso. Não tivemos polêmicas. Mas não mudo o que disse antes de que grandes jogos são para grandes árbitros. E tem que ser com escudo da Fifa.

Flamengo cria pouco para os centroavantes?
- Cinco chances claras acho que é um número razoável. Temos que achar soluções para que a bola chegue em melhor condição. Passa também pelo posicionamento deles. Não temos tido tempo para ajustar. Passa também pelo adversário. Por isso, tentamos ajustar de acordo com as características.

8145 visitas - Fonte: Globo Esporte


Instale o app do Flamengo para Android, receba notícias e converse com outros flamenguistas no Fórum!

Mais notícias do Flamengo

Notícias de contratações do Flamengo
Notícias mais lidas

Comentários do Facebook -




As desculpas do BARBIERE são catastróficas!!! Ele tem muito o q aprender. Ele não consegue dar ofensividade e identidade ao time. Ok temos muita posse de bola, porem qnd chegamos na intermediária não sabem o q fazer.. acredito q temos um bom time uma defesa sólida, mas o ataque sem perspectiva de melhora.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias do Mengão

Próximo Jogo - Copa do Brasil

Quarta - 21:45 - Arena Corinthians - Globo
Corinthians
Flamengo

Último jogo - Brasileiro

Domingo - 16:00 - Maracanã
Flamengo
2 1
Atlético-MG