10/12/2012 08:46

Zico diz que pensou em encerrar a carreira no futebol por ficar fora de Olimpíada de 72

Zico diz que pensou em encerrar a carreira no futebol por ficar fora de Olimpíada de 72

Antes de ser o ídolo do Flamengo, Zico tentou encerrar a sua carreira no futebol. Ainda jovem, o ex-jogador ficou frustrado por ficar de fora da convocação dos Jogos Olímpicos de 1972, em Munique, na Alemanha.

Em entrevista ao Fantástico no último domingo, o craque revelou que o episódio foi a maior frustração de sua carreira e que sentiu vontade de deixar o futebol.

"A minha maior tristeza no futebol foi não ter ido à Olimpíada de 72. Eu fiz o gol que classificou o Brasil e meu nome não estava na lista dos convocados. Foi a maior decepção da minha vida. Na hora fui falar com o meu pai que eu queria encerrar a minha carreira e cheguei a ficar dez dias sem ir ao Flamengo. Foi uma grande frustração para mim", desabafou.

Mas, para a alegria dos flamenguistas, Zico insistiu na carreira de jogador de futebol e esteve presente em títulos históricos do clube carioca. Segundo o ex-atleta, jogar pelo Flamengo foi a sua maior alegria.

"A maior alegria foi poder jogar com a camisa 10 do Flamengo, era um sonho de criança. E também poder estar presente no maior título da história do Flamengo, o título da Libertadores. Muitos falam que foi o Mundial, mas o Mundial a gente conquistou fácil, em um jogo só. A Libertadores não, a Libertadores foi brigada, disputada, difícil".

Apesar dos bons momentos no Flamengo, Zico não guarda lembranças positivas com a camisa da seleção brasileira. Quando o assunto é Copa do Mundo, ele aponta más recordações, como um gol anulado em 78 e a má forma física e o pênalti perdido contra a França em 86.

"Pensando e racionalizando tudo, eu não tinha que ter ido naquela Copa (de 86). Copa do Mundo nunca foi coisa a meu favor. Muitas coisas aconteceram comigo em Copa do Mundo que eu nunca vi em Copa do Mundo. Como em 78 que eu marquei o gol de cabeça no fim de um jogo e o juiz encerrou a partida antes de a bola entrar", lembrou, com ressentimento.

Mesmo com o "azar" em copas do mundo, Zico tornou-se ídolo da seleção brasileira, e deixou saudades em muitos torcedores. Para conquistar sua trajetória vitoriosa, o ex-jogador tinha um segredo: valorizar a lembrança e ter paciência. Esta última virtude, inclusive, o ajudou em sua carreira como treinador na seleção japonesa.

"Isso me ajudou muito no Japão. A cultura deles que valoriza a paciência veio de encontro a minha filosofia", disse, lembrando do período entre 2002 e 2006 em que treinou a seleção do Japão.

3993 visitas - Fonte: Uol


CONFIRA: Ex-vice de finanças e presidente da Comissão do Flamengo minimizam aumento da dívida

VEJA: Com eliminação da Champions League, Benfica cria prejuízo milionário e deixa dupla do Flamengo mais longe



Instale o app do Flamengo para Android, receba notícias e converse com outros flamenguistas no Fórum!

Mais notícias do Flamengo

Notícias de contratações do Flamengo
Notícias mais lidas

Comentários do Facebook -




Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.
Casa da apostas online Betway

Últimas notícias do Mengão

Próximo Jogo - Libertadores

Terça - 19:15 - Guayaquil - Premiere
Barcelona-EQU
Flamengo

Último jogo - Libertadores

Quinta - 21:00 - Casa Blanca
Independiente del Valle
5 0
Flamengo