5/8/2020 10:39

Biógrafo de Guardiola detalha táticas, personalidade e estilo de jogo de Dome

Jornalista Marti Perarnau conviveu com novo treinador rubro-negro nos tempos de auxiliar técnico do atual treinador do Manchester City e falou dos desafios do catalão no Brasil

Biógrafo de Guardiola detalha táticas, personalidade e estilo de jogo de Dome

Domènec Torrent é adepto de um jogo aberto e ofensivo, diz Marti Perarnau (Foto: Marcelo Moraes/Lance!)

Autor do livro "Guardiola Confidencial", o jornalista Marti Perarnau conviveu de perto com o treinador do Manchester City e o então auxiliar Domènec Torrent, recém-chegado ao Brasil, depois de aceitar o desafio de assumir o Flamengo. Em entrevista ao LANCE!, Perarnau deu detalhes sobre a personalidade do catalão e destrinchou as preferências táticas e metodologias de trabalho de um profissional, que na visão do escritor, está preparado para suportar a pressão de dirigir um gigante brasileiro.



– Não sei se alguém pode se preparar para isso. É difícil explicar o que é o Flamengo e a paixão pelo futebol que existe no Brasil. Dome é uma pessoa muito tranquila, não tem duas caras, muito transparente e que não vai se calar se considerar que algo está errado, mas tudo vai depender dos resultados. É um desafio grande porque não se pode melhorar o que fez Jorge Jesus. Ele chega ao Flamengo para somar e melhorar algumas coisas. Se ele conseguir os resultados, a pressão será menor, mas ela sempre existirá. Ele está acostumado, é uma pessoa humilde, sem vaidades. É um homem do futebol dirigindo uma equipe que é top mundial e está pronto para isso – disse Perarnau.


LEIA TAMBÉM: Daniel Alves dá boas-vindas a Domènec Torrent e afirma que não jogaria pelo Flamengo


Assim como disse o próprio Torrent na apresentação oficial ao Rubro-Negro, o biógrafo vê semelhanças no estilo do espanhol com o do antecessor Jorge Jesus. Para ele haverá uma continuidade no trabalho voltado para um futebol ofensivo e bonito de se ver, com pequenas mudanças.

– O espírito ofensivo do Jesus é o mesmo do Dome e de Pep Guardiola de sempre buscar a vitória e pressionar no campo adversário. O Dome tem o mesmo conceito. Ele gosta de ser forte na defesa, mas é adepto de um jogo aberto e ofensivo. Acho que alguns jogadores do Flamengo são perfeitos para esse tipo de jogo. Os resultados podem ser positivos e negativos. Jorge Jesus poderia ter perdido a Libertadores por um minuto e no futebol sabemos que aparecem heróis em pequenos detalhes. O estilo é o mesmo do Dome, o que muda são alguns detalhes – explicou o jornalista.

Confira outras respostas de Marti Perarnau ao LANCE!

Estilo e personalidade de Dome


Dome é um treinador de personalidade forte, que sempre fala diretamente com os jogadores, dirigentes e jornalistas. Ele tem uma única maneira de dizer as coisas. Quando ele opina algo, não utiliza meias-palavras ou palavras diplomáticas. Ele é sempre muito claro e transparente. Do ponto de vista técnico, é um treinador que gosta de se adaptar à realidade da equipe que tem nas mãos.

Marti Perarnau: 'A equipe trabalha exercícios em que é a protagonista do jogo, com a posse de bola e sempre atacando. O espírito é ser ofensivo'

Metodologia de trabalho

Ele tem uma metodologia de trabalho construída no Barcelona há muitos anos, primeiro com Johan Cruyff, depois com Van Gaal e, finalmente, com Guardiola, chamada microciclos estruturados. Microciclos porque são feitos pequenos ciclos de três dias, nos intervalos entre os jogos e estruturados porque têm uma estrutura de modulação depois dos jogos em que é feita a recuperação e a preparação para a partida seguinte. Não existe um trabalho separado em duas partes com uma pré-temporada muito dura em que a forma física é adquirida aos poucos, mas, sim, um conceito de só se preparar para o próximo jogo, estar na melhor forma possível para o jogo seguinte. Pode ser que haja um jogador que precise de sete ou mais dias de um trabalho específico e aí ele não vai jogar. Mas no geral, a ideia é preparar o elenco para o jogo seguinte. A equipe trabalha exercícios em que é a protagonista do jogo, com a posse de bola e sempre atacando. O espírito é ser ofensivo.

Esquemas táticos preferidos

Como base ele usa o 4-3-3 porque é o esquema que mais se adapta ao posicionamento de jogo dele. É o esquema que permite jogar com dois extremos e um centroavante, um meia e dois volantes. Permite as triangulações nas laterais. A partir daí, o 3-4-3 também poderia ser utilizado, segundo o momento da temporada e os adversários, mas normalmente ele prefere o 4-3-3. No City, ele provou o 3-5-2. No Manchester ele pressionou para manter o 4-3-3 e não mudá-lo. Os jogadores do City estavam cômodos com o 4-3-3. O 4-3-3 dele se desdobra em 2-3-2-3 quando tem a bola: dois zagueiros, uma linha de três com um volante e os dois laterais, que fecham muito por dentro para evitar os contra-ataques, dois meias para organizar o ataque e dois pontas e um atacante centralizado. O 4-4-2 ele tem praticado, mas não é um 4-4-2 à moda inglesa. É mais um 4-2-2-2. Por exemplo, se não tem os pontas porque estão lesionados e usa um dos laterais para subir, constrói uma defesa com quatro homens, ainda que um deles suba mais. Isso acontece mais por uma série de circunstâncias como essa falta de pontas ou um adversário que facilite jogar dessa maneira. O Dome gosta que o jogador se sinta confortável e que não fique desorientado. Acredito que ele começará com o 4-3-3.



Jogo de posição: a montagem do time

Vejo que no Brasil, em alguns lugares, se deu uma certa confusão sobre isso. Não se trata de um jogo em que o jogador ocupe sempre a mesma posição, mas sim que sempre haja um jogador nessa posição, ainda que não seja o mesmo jogador. Há um intercâmbio de jogadores nas posições determinadas. Na primeira sessão de treinos é feita a recuperação, na segunda, um trabalho técnico-tático e na terceira, ações de bola parada, ofensivas e defensivas. É um trabalho de muita intensidade. Dome é um especialista na bola parada.

Marti Perarnau: 'Será um desafio para Dome, mas certamente ele já sabe do pouco tempo (para treinos) que terá no Flamengo'

Calendário apertado

Ele teve esse problema nos Estados Unidos. A MLS tem esse calendário em que se joga a cinco mil quilômetros de distância no dia seguinte e depois o time pode ficar 15 dias sem jogar. Por isso, acho que é importante que os primeiros dias de treinamentos sejam dedicados aos principais conceitos de jogo. Isso o Dome tem muito claro. Apenas se você faz uma pré-temporada pode aprender e ir praticando depois. Quando se joga a cada três dias, não há tempo. Por isso, é importante que os conceitos sejam entendidos logo no início. As primeiras semanas são chave. Será um desafio para Dome, mas certamente ele já sabe do pouco tempo que terá no Flamengo. Em Nova York, chegou em uma terça-feira e na quarta já teve seu primeiro jogo. Teve apenas um treino para explicar tudo.

Fases do aprendizado dos conceitos

Se não me engano, há jogadores no Flamengo que ele já conhece bastante como Rafinha e Filipe Luís. Não vejo motivos para a adaptação ser muito difícil. É importante que os jornalistas brasileiros saibam que o modelo de jogo tem diferentes fases de aprendizado. Acho que os primeiros conceitos são bem simples dos jogadores aprenderem e executarem dentro de campo. Depois vem uma fase mais complicada onde é muito difícil que o jogador progrida e melhore aquilo que já está fazendo. Essa segunda fase dura alguns meses e a equipe não joga melhor do que vinha jogando na primeira fase. Depois vem uma terceira fase onde há um salto de qualidade na maneira de jogar. São essas três fases, mas, claro, não é algo matemático.

Adaptação ao elenco e o legado de Jesus

Acho que ele vai fazer essa tentativa de juntar os conceitos de posicionamento, que são muito simples, com ideias concretas para conseguir alcançá-los. Ele vai se adaptar para conseguir ser protagonista, ter a posse de bola e jogar no ataque. Ele vai tentar aplicar tudo isso aos jogadores que tem. Ele tem obsessão pela análise de desempenho das equipes. Em geral, ele assiste muito futebol de todos os países e categorias. Certamente viu muitos jogos do Flamengo com Jorge Jesus. Ele vai chegar no Brasil sabendo por completo os defeitos e virtudes dos jogadores e como é a bola parada do Flamengo.

Flamengo, Biógrafo, Guardiola, Táticas, Personalidade, Estilo, Jogo, Mengão

1488 visitas - Fonte: LANCE!Net


CONFIRA: Ex-vice de finanças e presidente da Comissão do Flamengo minimizam aumento da dívida

VEJA: Com eliminação da Champions League, Benfica cria prejuízo milionário e deixa dupla do Flamengo mais longe



Instale o app do Flamengo para Android, receba notícias e converse com outros flamenguistas no Fórum!

Mais notícias do Flamengo

Notícias de contratações do Flamengo
Notícias mais lidas

Comentários do Facebook -




Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.
Casa da apostas online Betway

Últimas notícias do Mengão

Próximo Jogo - Libertadores

Terça - 19:15 - Guayaquil - Premiere
Barcelona-EQU
Flamengo

Último jogo - Libertadores

Quinta - 21:00 - Casa Blanca
Independiente del Valle
5 0
Flamengo