7/12/2020 12:07

O Flamengo e a Libertadores no SBTverso

O Flamengo e a Libertadores no SBTverso

Imagem: Antonio Lacerda/Pool/AFP

Na última semana tivemos mais uma promessa de aventura que é a Libertadores no SBT, dessa vez com alguns times, como Athletico e Flamengo se despedindo de forma melancólica nesse novo normal, que é dando lugar ao Programa do Ratinho na programação. Um programa que fica constantemente sendo ameaçado de ser exibido durante as transmissões, deixando os torcedores num estado de nervos ainda maior do que numa partida decisiva normal. Mais do que nunca, isso é Libertadores!



Entretanto, todo o universo que se abriu com a competição sendo adquirida pelo canal do Silvio ainda não foi totalmente explorado. Sinto falta da risada do Carlos Alberto de Nóbrega durante as partidas, especialmente quando alguém fala alguma coisa que não é engraçada ou mesmo diante de um lance inusitado do jogo. Imagina o Willian Arão perdendo o pênalti contra o Racing daquele jeito ao som das gargalhadas do Carlos Alberto? A audiência ia estourar.



LEIA TAMBÉM: Flamengo apresenta nova proposta por renovação de Diego Alves


Inclusive, durante a eliminação do Flamengo foi uma pena ver a presença de Celso Portiolli tão mal aproveitada, sem arremessar tortas na cara de ninguém, nem mesmo após um comentário tático do Jorginho. E vale lembrar que o SBT tem seu próprio Roger, o Roger Moreira, que poderia muito bem destilar suas visões políticas no intervalo para em seguida ser compreendido de forma sexualmente constrangedora pela Velha Surda.

Enfim, são muitos caminhos ainda inexplorados, só não concordo com o slogan "SBT, a TV que tem torcida", já que todo mundo sabe que a TV que tem torcida é a Record, torcida essa composta pelo Presidente Bolsonaro e por aquele rapaz todo tatuado de logomarcas da Record por todo o corpo.

O lado bom da ruína completa, humilhante e absoluta
Por falar em Flamengo, foi triste ver a equipe não saber jogar com o regulamento embaixo do braço na terça. Primeiro provavelmente porque os atletas não treinam durante a semana com um calhamaço de apostila embaixo do braço, por ser pouco prático, e segundo porque o 0x0 classificava o clube e o 1x1 levava para os pênaltis, ou seja: nesse caso o regulamento prevê que marcar gol faz a equipe perder a vantagem do empate. Dito e feito: 1x1 e pênaltis, um péssimo caminho para o Rubro-negro, como eu já havia alertado aqui semana retrasada.

Mas toda derrota tem um lado bom, por mais prejuízo financeiro e destruição psicológica irreversível que ela traga. Ficar fora da Copa do Brasil, por exemplo, já havia deixado o time com mais tempo para treinar e amargurar o próprio fracasso, e essa eliminação na Libertadores proporciona mais tempo ainda. Agora quanto antes o clube deixar a disputa do Brasileiro para focar 100% nos treinamentos e chegar na Florida Cup e Taça Guanabara no ano que vem como o grupo mais bem treinado do Brasil, melhor. Mas para isso há de se evitar vitórias bobas como essa contra o Botafogo.

Outro aspecto extremamente positivo contra o Racing é que foi de certa forma bonito ver o Arão cobrando o pênalti chutando uma bola como se fosse a primeira vez na vida, demonstrando preservação da criança interior, coisa tão rara hoje em dia. Sem falar que o promissor Rogério Ceni é um treinador que está apenas começando, tem muitas eliminações pela frente ainda.

Ceni, assim que chegou ao clube, prontamente identificou o problema do time: "psicológico" - que é como o mecânico, quando não faz a menor ideia do que está acontecendo com o carro, diagnostica como "mau contato". Seria mais apropriado, inclusive, Ceni dizer que o Flamengo está com mau contato. O "distribuidor de coletes" Jorge Jesus pelo menos não dava colete para Vitinho.

Desde que Jesus saiu para ser eliminado em competições com mais visibilidade, vamos lembrar que o Rubro-negro ainda passou pela contratação de Domenéc Torrent, que mesmo antes de vir ao Brasil já impressionava, com a imprensa alardeando que o catalão "já estava dando telefonemas" - percebam o profissionalismo desse profissional!

Agora falando sério

A crise na Gávea deve se intensificar, inclusive trazendo uma cobrança mais pesada em relação à questão das famílias dos meninos do Ninho, o que já seria antes tarde do que nunca. Impressionante como em casos como esse ninguém picha "diretoria mercenária" no muro do clube ou taca moeda em dirigente no aeroporto. Esses também são momentos em que o torcedor se faz necessário, e um certo grau de grosseria é muito bem-vindo.



Essa coluna não reflete nem minhas próprias opiniões. Escrevo enquanto discordo veementemente de minhas próprias palavras.

Craque Daniel é apresentador do Falha de Cobertura, (supostamente) ex-jogador, empresário de atletas e inocentado de todas as acusações feitas contra ele.

(Personagem interpretado por Daniel Furlan, um dos criadores da TV Quase, que exibe na internet o Falha de Cobertura e Choque de Cultura.)

Flamengo, Libertadores, SBTverso, Mengão

675 visitas - Fonte: UOL


VEJA: Novo reforço? Presidente do Flamengo não descarta interesse em Daniel Alves

CONFIRA: Clube do Flamengo diminui dívida e tem recorde de receita; confira!
















Instale o app do Flamengo para Android, receba notícias e converse com outros flamenguistas no Fórum!

Mais notícias do Flamengo

Notícias de contratações do Flamengo
Notícias mais lidas

Comentários do Facebook -




Pietro Sousa     

FAZEMOS DESBLOQUEIO DOS CANAIS PREMIER, TELECIINE, COMBATTE E CONMEBOL TV  PARA ASSINANTES DE TV POR ASINATURA DE QUALQUER LUGAR DO BRASIL E TAMBEM REDUZIMOS O VALOR DA FATURA. SÓ PAGA DEPOIS QUE O SERVIÇO FOR FEITO. WHATSAP 11967425209

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.
Casa da apostas online Betway

Últimas notícias do Mengão

Próximo Jogo - Brasileiro

Domingo - 20:30 - Maracanã - SporTV
Flamengo
Grêmio

Último jogo - Copa do Brasil

Quarta - 21:30 - Maracanã
Flamengo
2 0
Grêmio