21/2/2019 18:40

Valor da indenização às famílias: desembargador sugere avaliação caso a caso como a melhor solução

Cesar Cury, do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos, reforça que a indenização deve aquilo que atenda à família da melhor forma

Valor da indenização às famílias: desembargador sugere avaliação caso a caso como a melhor solução

Sob mediação do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos, o Flamengo está discutindo com as famílias das vítimas do incêndio que atingiu o Ninho do Urubu, no dia 8 de fevereiro, as indenizações a serem pagas. O desembargador Cesar Cury, presidente do Nupemec, atendeu a imprensa nesta quinta-feira no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, onde ocorreu a primeira audiência do processo de mediação.



Segundo o desembargador, as conversas na primeira audiência de mediação foram positivas no sentido de que os representantes das famílias acenaram positivamente em negociar com o Flamengo, evitando a judicialização do caso.

Os valores apresentados e as conversas durante o processo são sigilosos, mas Cesar Cury comentou a discrepância das indenizações apresentadas pelo clube e órgãos públicos na semana, divulgados após as negociações entre as partes.

- A jurisprudência dos tribunais é um bom parâmetro, mas talvez não seja o único e talvez não seja o melhor. Talvez o melhor seja que cada família possa encontrar o que aquilo que, de fato, lhe atende e lhe deixe confortável para que amanhã não haja uma frustração. Seja porque a mediação não seguiu adiante, seja porque o processo judicial levou muito tempo e acabou não surtindo o efeito que deveria surtir, que é uma reparação rápida, efetiva e satisfatória para todos os envolvidos - afirmou o desembargador Cesar Cury nesta quinta-feira.

O desacordo entre Flamengo e Ministério Público do Rio de Janeiro, Defensoria Pública e Ministério Público do Trabalho foi anunciado na segunda-feira.

De acordo com Danielle Cramer, procuradora do Ministério Público do Trabalho e integrante da Câmara de Conciliação, a proposta do clube foi de R$ 300 a R$ 400 mil por família, além do pagamento de um salário mínimo por 10 anos.

LEIA TAMBÉM:Família de atleta do Flamengo ferido diz que não foi avisada sobre reunião para mediação; clube fará novo contato

Os órgãos públicos pediram a indenização de R$ 2 milhões por família e o salário de R$ 10 mil até a data em que a vítima completaria 45 anos.

Confira outras respostas do desembargador Cesar Cury, do Nupemec:

Diferença dos valores apresentados por Flamengo e Ministério Público do Rio de Janeiro, Defensoria Pública e Ministério Público do Trabalho

Os parâmetros que temos são os parâmetros da jurisprudência. Se formos olhar a jurisprudência do Tribunal como parâmetro, talvez nós encontremos alguma discrepância com relação a esses valores que foram apresentados pela própria imprensa e pelos envolvidos. Tanto a aspiração do Ministério Público e Defensoria Pública quanto a suposta oferta oficial por parte do Flamengo.

Importância de evitar a via judicial

Um processo judicial que se eternize pode frustar as famílias. É um trabalho delicado para encontrar os reais interesses das famílias. Elas perderam seus filhos, atletas promissores, com futuro, e todos esses fatores são levados para a mesa de conversação, além de aspectos sentimentais e morais.

Possibilidade de indenização única a todas famílias

Definir um valor único como numa tabela não seja o mais apropriado, talvez não seja o melhor caminho. Vamos procurar as condições de reparação que atenda a cada uma das famílias da melhor maneira possível. Seria precipitado tabelar os valores, dependerá das conversas que teremos nas próximas audiências.

A negociação é dinâmica e pode se encaminhar de várias formas. As negociações individualizadas são uma delas. Há diferenças entre os casos, alguns perderam as vidas, outros estão em recuperaçãos, outros tiveram lesões físicas, outros abalos emocionais. Temos que levar em conta também as características das famílas. Então, sim, as negociações podem ser individualizadas.



LEIA TAMBÉM:Com apresentação na Gávea, local de treino do do sub-20 ainda é incógnita

Flamengo, Indenização, Famílias das vítimas

1122 visitas - Fonte: lance


Clique aqui para entrar no Grupo do WhatsApp do mengão e receber informações e notícias

VEJA: Flamengo busca substituto para Juan


E MAIS: Flamengo usa do “veneno” do Santos em negociação por Uribe



Instale o app do Flamengo para Android, receba notícias e converse com outros flamenguistas no Fórum!

Mais notícias do Flamengo

Notícias de contratações do Flamengo
Notícias mais lidas

Comentários do Facebook -




Esdras Silva     

Se eu fosse o Flamengo pagaria parcelado de pouquinho em pouquinho

Raul Bento     

Antes todas as damiliaa dissersm que o Fla estavsm dando toda a assistrncia agora a ganancia estimulada por estes pilantra do MP QUE quer aparecer quersm roubat o Fla ng sabe o wue seria do futuro destes meninos podism dar dm nada,,ckncordo que seja pago uma indenizacso justa eles nunca rsclamaram de edtrutura do Fla e nem estes Mp e a prsfritura falaram nsda agora eles que sao culpados tb e deviam pg indenizacoes estao jogandi tudo emvima do Fla,canalhas covardes o Fla sempre fez dd tudo pelos seus jovens foi uma fatalidade rwalmente e estao querendo que isto vire investimento das familias e oq isto nao acontece no caso da boate kiss que tinha muitos mais jovens.Tem de srr feito uma coisa justa e que nao prejudique sinda mais o Fla nos uma nacao de 50 milhoes nso vamis aceitar 45 anos e uma piada me mostrem qa decisso judicial paricida com esta proposta.Estso wurrendo se aproveitar do Fla

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias do Mengão

Próximo Jogo - Brasileiro

Domingo - 16:00 - Maracanã - RedeGlobo/Premiere
Flamengo
Athletico PR

Último jogo - Brasileiro

Sábado - 19:00 - Independência
Atlético Mineiro
1 2
Flamengo