15/10/2018 09:54

Uribe desencanta e encerra rodízio de atacantes no Flamengo

Após duas semanas afastado para trabalhos físicos específicos, atacante surge como primeira opção de Dorival, marca dois gols no clássico e cita conversa com o treinador: "Confiança é tudo"

Uribe desencanta e encerra rodízio de atacantes no Flamengo

Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

Um dos méritos de Dorival Júnior em seu início no Flamengo foi recuperar jogadores que estavam rendendo abaixo. Entre eles, Fernando Uribe. O colombiano, que andava cabisbaixo, foi importante contra o Corinthians e desencantou de vez no clássico contra o Fluminense, com dois gols na vitória por 3 a 0, no sábado.



Hoje, Uribe é titular do Flamengo e colocou fim ao rodízio de centroavantes que durava todo o segundo semestre. Tem sido assim desde a chegada de Dorival Junior, que vê no colombiano a melhor opção do elenco para a camisa 9. Logo em seu primeiro treino no Ninho do Urubu, o treinador teve uma conversa reservada com o atacante.

- Conversamos, mas não falamos muito da parte tática. Falamos de confiança e tranquilidade para seguir fazendo o que estava bem e melhorar as coisas que não estavam funcionando, como me aproximar mais dos companheiros de ataque. A conversa foi simplesmente para passar confiança e tranquilidade.

- Vitórias como essa ajudam muito a me sentir melhor, mais respaldado e acompanhado no ataque. A confiança está crescendo e espero que continue assim. Confiança é tudo no futebol - disse Uribe.




Um passo atrás para dar dois à frente


O papo com Dorival rendeu bons frutos, mas o lado físico de Uribe também recebeu atenção especial, antes mesmo da chegada do treinador ao Flamengo. Dores no tornozelo o tiraram de alguns treinos, e o Flamengo aproveitou para realizar um recondicionamento, com baterias de trabalhos específicos, voltado para o lado físico.

Como o atacante estava em fim de temporada no México e chegou ao clube no período da Copa, foi diagnosticado que seria importante se ele realizasse trabalhos específicos para se aproximar do nível físico dos demais jogadores. Foram duas semanas e três jogos antes de ser reintegrado.

- Seria muito injusto falar que mudou muito. Mas a equipe está mais confiante, está sendo mais coletiva, fazendo coisas simples... Quando você chega em uma equipe tão grande quanto o Flamengo, espera sempre dar seu melhor. Às vezes tem que esperar um pouco, seguir trabalhando, ter paciência e esperar o momento certo. O momento chega, como está chegando - frisou o atacante.

Pivô e aproximação

Uribe relatou que pouco mudou na questão tática, mas é notória sua maior participação nos últimos jogos. Tem buscado mais os jogos, feito bem o trabalho de pivô e procurado uma maior aproximação com os companheiros. Contra o Fluminense, foram 15 passes, todos certos.


Mapa de calor de Uribe contra o Fluminense — Foto: FootStats

No clássico, por exemplo, recuava para fazer o trabalho de pivô na saída de bola dos zagueiros. No início do jogo, Réver foi desarmado e cobrou uma maior aproximação do colombiano, que atendeu ao pedido do capitão e foi bastante participativo no restante do jogo.



- A tranquilidade para um atleta como o Uribe, que vinha sendo disputado por várias equipes e tem muito bom nível, e precisava de um tempo para adaptação. Tenho plena confiança e não tenho dúvidas que pode ser um grande atacante. E dentro dessa confiança trabalha de maneira muito natural. A bola chega, e isso é muito importante - elogiou Dorival.

183 visitas - Fonte: Globo Esporte


Instale o app do Flamengo para Android, receba notícias e converse com outros flamenguistas no Fórum!

Mais notícias do Flamengo

Notícias de contratações do Flamengo
Notícias mais lidas

Comentários do Facebook -




João Borges     

Dorival fez até o cara mais desacreditado jogar bola.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias do Mengão