24/5/2020 07:53

Visita de Landim a Bolsonaro foi agressão ao Flamengo

O comportamento arrogante, irresponsável e temerário do presidente rubro-negro, é, antes de tudo, um desrespeito às tradições rubro-negras, à instituição e a sua torcida

Visita de Landim a Bolsonaro foi agressão ao Flamengo

Encontro em Brasília dividiu opiniões nas redes sociais (Foto: Reprodução/Instagram)

O Flamengo tem todo o direito de querer brigar pela volta imediata do futebol. Todos nós queremos que a bola volte a rolar o mais rapidamente possível. Mas há uma grande diferença entre a defesa democrática e legítima de seus pontos de vista e o atropelo das determinações legais, o desafio escancarado à autoridade pública.



O Brasil é um país cada vez mais dividido. Os que acreditavam que o enfrentamento à pandemia pudesse unir a Nação em torno de um objetivo comum, deram simplesmente com os burros n'água. A cada milhar de mortos - e em breve alcançaremos a aterrorizante marca de 25 mil - mais a irracionalidade se impõe e as diferenças descambam para o perigoso caminho do confronto. Há os que estão à direita ou à esquerda, ao lado da ciência ou do achismo, em defesa da vida ou em defesa do bolso. Sem meio termo.



LEIA TAMBÉM: Santos revela processo contra o Flamengo na Fifa por dívida de 3,3 milhões


Neste cenário, de uma guerra civil sem armas - e esperamos não chegar a esse ponto - foi um gesto de absoluta imprudência, mas não seria um exagero chamar-se de também de arrogância, a visita dos presidentes do Flamengo, Rodolfo Landim, e do Vasco, Alexandre Campello, ao Palácio do Planalto essa semana. A versão de que o encontro com o presidente da República foi por acaso, é patética, beira o ridículo. Obviamente foi um gesto pensando, de apoio ao fim do distanciamento social, uma obsessão de Bolsonaro, e em busca de apoio para acelerar o retorno do futebol já, como parte da cartolagem quer.

Campelo foi mais comedido. Eu, pelo menos, não vi nenhuma foto de Bolsonaro vestindo a camisa cruzmaltina - embora o presidente que é palmeirense se diga vascaíno no Rio. Talvez tenha tido um lampejo de bom senso. E percebido a tempo que opiniões pessoais dele, ou de qualquer grupo que dirija um clube como o Vasco ou o Flamengo não podem jamais se sobrepor à necessária e obrigatória preservação da instituição e de seus valores.

Política e futebol sempre se misturaram. E essa mistura nunca deu certo. Sempre foi marcada pelo fisiologismo, o oportunismo ou, como nos anos de chumbo do governo Medici, serviu de cortina às arbitrariedades e à violência que corriam solta nos porões da ditadura. Medici, é bom refrescar a memória, vestia a camisa do Flamengo, ia para o estádio com radinho de pilha no ouvido, enquanto o som que se ouvia nos Dops e Doi-codis da vida era o grito dos torturados.

Grêmio e Internacional, Cruzeiro e Atlético têm pontos de vista semelhantes ao de Flamengo e Vasco. Voltaram a treinar, mas antes criaram protocolos de segurança discutidos e aprovados pelas autoridades de saúde, os governos dos estados e as prefeituras. E é assim que deve ser feito. Não se viu os presidentes desses clubes fazendo lobby ou demagogia nos corredores do Planalto. Não se viu o presidente da República posando para fotos fantasiado de tricolor, colorado, cruzeirense ou atleticano.

O comportamento arrogante, irresponsável e temerário do presidente do Flamengo, é, antes de tudo, um desrespeito às tradições rubro-negras, à instituição e a sua torcida. É óbvio que há, na gigantesca Nação Rubro-Negra, em todo o país, milhões que defendem tudo o que ele defende, que pensam como ele. Que acreditam no discurso do presidente Bolsonaro. Outros tantos milhões, não concordam com nada disso, veem nas atitudes do bolsonarismo um passo para o retrocesso institucional.



Seja de um lado ou de outro, contudo, há uma imensa massa dos que se sentiram agredidos de ver o Flamengo, sua paixão, mergulhada no coração de uma crise, desse bateu-levou que faz o Brasil naufragar.

O Flamengo, consolem-se estes, é, e sempre será, muito maior do que seus dirigentes. Muito maior do que tudo isso!!!

Flamengo, Visita, Landim, Bolsonaro, Agressão, Mengão

2277 visitas - Fonte: LANCE!Net


A FLAMENGO ESTEVE ATRÁS DO CAVANI? GLOBO NÃO PAGA ESTADUAIS E BRASILEIRO, VEJA SITUAÇÃO FINANCEIRA DO FLAMENGO! MARACANÃ VAI VIRAR HOSPITAL?




CONFIRA: Globo não vai transmitir final da Taça Rio

VEJA: BRB e Flamengo viram alvo de Ministério Público de Contas



Instale o app do Flamengo para Android, receba notícias e converse com outros flamenguistas no Fórum!

Mais notícias do Flamengo

Notícias de contratações do Flamengo
Notícias mais lidas

Comentários do Facebook -




Eu também não sabia que este site é da Globo e do pt cambada de invejosos das quintas do inferno vão se fude e catar coquinho ao invés de falar do mais querido do Brasil

Ronaldo Costa     

Se aparecer mais deste tipo de comentário eu apago este site do meu celular, o presidente esta oa lado do povo, portanto dos falmenguistas, nao sabia que este site.era do PT ou da Globo, se soubesse nao faria parte. Sou brasileiro e o meu coração é verde amarelo

Texto ridículo, o autor esqueceu que a função da imprensa é ser imparcial.....

Vocês deveriam tomar vergonha ma cara e deixar de ser ipocritas pos se unicem contra a pandemia não estariam atacando o presidente do Brasil nem o do flamengo

Marcio Oliveira     

Povo modinha só sabe falar globo lixo , tem que mostar mesmo , fez merda mostra ,.o ldrao do lula a globo mostrava ai era a melhor emissora , e alias todas mostram

Agressão e o q a porra da globolixo ta fazendo com presidente e o Flamengo.

Visitar o principal chefe do Estado maior do país , e errado . Certo e visitar o fernandinho beira mar . Vai ora puta que pariu

Afonso Marvilla     

Isso é um texto petista!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.
Casa da apostas online Betway

Últimas notícias do Mengão

Próximo Jogo - Campeonato Carioca

Quarta - 16:00 - Maracanã - FlaTV
Flamengo
Fluminense

Último jogo - Carioca

Domingo - 16:00 - Maracanã
Flamengo
2 0
Volta Redonda