23/11/2020 13:30

10 fatores que causam saudade após 1° aniversário de título do Flamengo na Libertadores

10 fatores que causam saudade após 1° aniversário de título do Flamengo na Libertadores

A data 23 de novembro de 2019 é um dia muito especial para o torcedor rubro-negro. Nesta segunda-feira, o Flamengo completa 1 ano de seu título da Libertadores, onde coroou uma temporada histórica para o clube. Jogo bonito, Jorge Jesus, Maracanã lotado... o torcedor flamenguista guarda essas lembranças com carinho e saudade.





Apoio da torcida no Maracanã - A pandemia fez o Flamengo perder seu principal jogador: a torcida. Em 2019, o Flamengo começou a administrar o Maracanã, e, sempre com sua torcida lotando o estádio, fez dele uma nova forma de arrecadar dinheiro. Só com bilheteria, a receita líquida rubro-negra foram mais de R$ 40 milhões, sem contar as vendas dos bares. Com o apoio da nação, o Rubro-Negro teve um incrível saldo de 17 vitórias e dois empates em todo o Brasileirão.



Jorge Jesus - Quando escolheu o português para o lugar de Abel Braga, nem mesmo a diretoria do Flamengo imaginava o que estava por vir. O Mister conquistou a torcida com sua personalidade e mudanças internas na filosofia do clube. Jesus mostrou que é possível competir sem poupar time para priorizar determinada competição, modernizou as funções táticas, aplicava treinamento em dias de jogos noturnos e deixou um verdadeiro legado no Rubro-Negro, onde é considerado um ídolo.



Estilo de jogo - O legado de Jorge Jesus no Flamengo vai além dos cinco títulos. Com seu estilo ofensivo, o treinador fez os rubro-negros redescobrirem o prazer de ganhar jogando bem, dominando os adversários, fazendo o torcedor lembrar da geração de Zico e companhia. O Mister moldou um time intenso, caracterizado pela linha defensiva alta e por homens de frente que trocavam constantemente de posição. Seu Flamengo pressionava o adversário desde o campo ofensivo para tentar roubar a bola e chegar ao gol em poucos toques, nunca estando satisfeito com o resultado.



Pablo Marí - Em 2020, o sistema defensivo do Flamengo vem sendo alvo de muitos questionamentos de sua torcida e muito disso se deve a saída de Pablo Marí. Titular absoluto do time campeão da Libertadores e do Brasileiro, Marí foi contratado pelo Arsenal, da Inglaterra. Parte do dinheiro da venda do zagueiro foi reinvestido na posição, contratando Leo Pereira, mas o jogador ainda não conseguiu se firmar no clube.



Rafinha - Rafinha foi outro titular que se despediu do elenco e os torcedores do Flamengo ficaram bastante surpresos com sua saída. O lateral-direito já era considerado ídolo por boa parte da torcida e era a grande referência técnica e de liderança no elenco. No entanto, o jogador recebeu uma grande proposta do Olympiakos, analisou e decidiu retornar ao futebol europeu nesta temporada.



Psicológico forte - Algo que era marcante no Flamengo de Jesus era a fome pelo gol e a confiança no futebol treinado pelo português. O Rubro-Negro, sempre em alta intensidade, jogava para frente e não mudava seu estilo ganhando ou perdendo. Um ótimo exemplo é a final da Libertadores, onde, mesmo perdendo para o River, a equipe conseguiu se manter organizada e garantir uma virada histórica nos últimos minutos. Após a eliminação para o São Paulo na Copa do Brasil, Rogério Ceni afirmou que precisa trabalhar o psicológico de seus atletas para retomar a mentalidade vencedora.



Sócios-torcedores em alta - O ano de 2019 também representou um crescimento no programa de sócio do clube, criado em 2013, e que tinha seu melhor número em dezembro de 2017, quando atingiu 122 mil na época da final da Copa Sul-Americana. Em 2019, o Flamengo chegou a 150 mil sócios. Com a pandemia, os números caíram. Atualmente, de acordo com seu site oficial, o clube conta com pouco mais de 70 mil sócios.



Faturamento - A temporada do Flamengo em 2019 foi com um faturamento recorde: R$ 857 milhões, segundo apresentou o próprio clube no fim do ano. Foram mais de R$ 150 milhões apenas em premiações de títulos. Em 2020, por conta das dificuldades da pandemia, o clube dificilmente irá alcançar esses valores.



Ano de recordes - Campeão brasileiro com sobras, o Flamengo foi dono de uma campanha fantástica e quebrou recordes do atual formato da Série A (em pontos corridos com 20 clubes) difíceis de serem batidos. São eles: maior pontuação (90 pontos); melhor ataque (86 gols); maior saldo (49 gols); melhor artilheiro (Gabigol, com 25 gols) e maior invencibilidade em uma mesma edição (24 jogos seguidos sem perder).





Temporada Mágica - O Flamengo de 2019 igualou a façanha que só o Santos de Pelé, em 1962 e 1963, havia conseguido: vencer Brasileiro e Libertadores no mesmo ano. Foram quatro títulos conquistados, sendo um amistoso – Flórida Cup nos Estados Unidos – e uma tríplice coroa: Campeonato Carioca, Brasileiro e Libertadores.

#flamengo #mengao #rubronegro #libertadores #aniversario

1011 visitas - Fonte: Lance!


VEJA: De acordo com jornal, Gabigol entra na mira de dois clubes ingleses e valor de venda é projetado


CONFIRA: Flamengo define alvos e promete "esgotar possibilidades" por Kenedy e Thiago Mendes
















Instale o app do Flamengo para Android, receba notícias e converse com outros flamenguistas no Fórum!

Mais notícias do Flamengo

Notícias de contratações do Flamengo
Notícias mais lidas

Comentários do Facebook -




Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.
Casa da apostas online Betway

Últimas notícias do Mengão

Próximo Jogo - Copa do Brasil

Quinta - 21:30 - Arena das Dunas - SporTV
ABC
Flamengo

Último jogo - Brasileiro

Domingo - 16:00 - Neo Química Arena
Corinthians
1 3
Flamengo