15/2/2019 09:05

A pergunta que o Flamengo ainda não respondeu: quem decidiu alojar a base em contêineres?

A pergunta que o Flamengo ainda não respondeu: quem decidiu alojar a base em contêineres?

CT do Flamengo ainda tinha contêineres que foram usados pela base como alojamento durante vistoria Foto: Diogo Dantas / eXTRA

A Polícia Civil ouve funcionários e dirigentes do Flamengo desde a morte dos dez atletas da base no incêndio no Ninho do Urubu, e uma das pergunta sem resposta é: quem do clube decidiu alojar os meninos em um contêiner que não estava em projeto de obra, ainda mais sem alvará no Centro de Treinamento?



A reportagem do EXTRA fez um levantamento junto a profissionais que passaram pelo futebol rubro-negro, na base e no profissional, para tentar chegar a alguma conclusão. Uma delas, que ficou clara ao ouvir diversas fontes, é que a mudança para o módulo que pegou fogo aconteceu na gestão do presidente Eduardo Bandeira de Mello.



Na ocasião, o diretor da base era Carlos Noval. E o vice de patrimônio, Alexandre Wrobel. Mas limitar qualquer responsabilidade a esses dirigentes não responde a pergunta. Tirando Noval, que não retornou os contatos, os dois dirigentes alegam que não chegava a eles esse tipo de decisão, que cabia aos funcionários do clube.

Fomos ouvir alguns. Um treinador da base que chegou ao clube em 2011 recorda que desde o seu início a chegada de contêineres no CT ganhou velocidade. O ex-funcionário lembra que eles serviram para administração, imprensa e refeitório. E que o time profissional quando treinava em dois períodos ficava neles depois do almoço.

"Eu não consigo precisar o ano, mas a cada ano chegava alguma coisa nova, inclusive antes do término do primeiro módulo do profissional eles colocaram um contêiner gigante que era o centro de excelência", conta a fonte, citando o Centro de Excelência em Performance, criado em 2016.

Outro funcionário da base que já deixou o clube, em 2014, confirma que os meninos passaram a usar container depois de sua saída. No mesmo período, o ex-dirigente do futebol profissional, que participou da reformulação da base, confirmou a mudança progressiva de instalações, mas não precisou o momento exato.

"Eles dormiam na instalação mais precária na minha época, mas já tinha contêiner sendo instalado", afirma um executivo.

Outro executivo que passou pelo profissional no período atesta a interdição da instalação mais precária, uma casa de alvenaria que a partir de 2013 foi trocada progressivamente por módulos habitacionais usados como alojamento. Um deles ainda estava no CT no dia da vistoria das autoridades, terça-feira.

Um funcionário que chegou no primeiro ano da última gestão afirma que o contêiner que pegou fogo só surgiu mais adiante. A base era alojada inicialmente nesses contêineres menores, em dois andares, ainda hoje usados para outras finalidades na entrada do CT.

Responsabilidade era dividida entre Patrimônio e Administração

As investigações sobre as dez mortes no CT do Flamengo, feitas pela Polícia Civil, se debruçam inicialmente sobre testemunhas do incêndio nos módulos do alojamento da base. No clube, porém, a discussão avança também sobre a responsabilização de dirigentes e funcionários que não estão mais lá.

Em um primeiro momento, a nova diretoria, que assumiu em janeiro, recebeu o auxílio do ex-vice de patrimônio Alexandre Wrobel para dar explicações sobre a manutenção da estrutura provisória que ele inaugurou em 2010, e falar sobre a ausência de documentos. Ao lado de Wrobel, o engenheiro Marcelo Sá, funcionário da pasta deste a última gestão, também foi ouvido. Wrobel sinalizou internamente que a responsabilidade do patrimônio era com relação às obras definitivas do CT.

Em outra frente, o clube buscou informações com Marcelo Helmann, diretor administrativo. E ligado à vice-presidência de Administração. A pasta, no segundo mandato do presidente Eduardo Bandeira de Mello, passou a assumir as questões ligadas ao Centro de Treinamento junto ao Patrimônio. Especialmente no que tange à manutenção da estrutura provisória. Helmann era considerado o “Prefeito do Ninho”.

No fim do mandato de Eduardo Bandeira de Mello, a pasta de Administração chegou a ser ocupada por Claudio Pracownik, que ficou até o até o ano passado, acumulando as finanças. Antes dele, Rafael Strauch a liderava, durante a obra na Ilha do Urubu, em 2017. Depois da saída de Pracownick, Luiz Felipe Teixeira assumiu a pasta. Este foi o último vice-presidente de Administração, que terminou a gestão.

Jaime Correia da Silva foi para o cargo, nomeado pelo novo presidente Rodolfo Landim. Há, no entanto, a interpretação de que no Estatuto do clube nada coloca sobre a pasta a responsabilidade sobre o CT. Para o Patrimônio, ela é dividida. Na prática, o dia a dia é tocado por funcionários das duas pastas.



No primeiro mandato de Bandeira, entre 2013 e 2015, Wrobel era o vice de patrimônio, mas chegou a assumir a vice-presidênvia de futebol. Wallin Vasconcelos, hoje vice de finanças de Rodolfo Landim, foi vice de Administração até o meio de 2015, quando virou candidato de oposição a Bandeira. Nesse período, o Flamengo já dispunha de estrutura provisória de contêineres sendo usados pela base como alojamento.

Até agora, a Polícia Civil já ouviu funcionários, alguns que faltam prestarão depoimentos nesta quinta-feira, mas passará também a ouvir dirigentes do Flamengo. Alexandre Wrobel e o ex-presidente Eduardo Bandeira de Mello já avisaram que estão à disposição das autoridades. A diretoria atual contratou o criminalista Ricardo Pieri para acompanhar os depoimentos dos dirigentes.

Em clássico marcado por homenagens, Flamengo perde para o Flu e vê rival avançar à decisão

CLIQUE AQUI


Flamengo, Pergunta, Resposta, Decisão, Alojar, Base, Contêineres, Mengão

1308 visitas - Fonte: Extra.globo


Clique aqui para entrar no Grupo do WhatsApp do mengão e receber informações e notícias

VEJA: Sonho do Flamengo, Filipe Luis não quer voltar ao Brasil e é oferecido ao Barcelona, diz jornal


E MAIS: Santos recua em compra de Uribe, vê "pacote caro" e prioriza empréstimo



Instale o app do Flamengo para Android, receba notícias e converse com outros flamenguistas no Fórum!

Mais notícias do Flamengo

Notícias de contratações do Flamengo
Notícias mais lidas

Comentários do Facebook -




Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias do Mengão

Próximo Jogo - Brasileiro

Domingo - 16:00 - Maracanã - RedeGlobo/Premiere
Flamengo
Athletico PR

Último jogo - Brasileiro

Sábado - 19:00 - Independência
Atlético Mineiro
1 2
Flamengo