27/9/2021 10:57

A relação entre o calendário futebolístico congestionado e o bem-estar dos jogadores

A relação entre o calendário futebolístico congestionado e o bem-estar dos jogadores

Photo by Pexels

O futebol é cada vez mais físico e apresenta demandas fisiológicas e psicológicas que podem deteriorar o desempenho dos atletas devido ao cansaço continuo.

Houve uma mudança enorme de intensidade no jogo moderno. Correr mais tem um maior custo metabólico para os jogadores, então requer mais recuperação. Treinadores e clubes hoje em dia veem sua sorte mudar de um dia para o outro ao perderem uma estrela por contusão enquanto o jogador estava servindo à seleção nacional. Junto a isso, a exposição dos atletas a um calendário futebolístico implacável causa sérios problemas nos grandes equipes do futebol brasileiro.

Apesar do calendário atormentar outros clubes, não houve união na hora de reclamar medidas sobre o tema
. Ceder jogadores à Seleção Brasileira só acontece com os clubes grandes do cenário nacional, como o Flamengo, Palmeiras ou Atlético-MG, já que a maioria dos outros jogadores está atuando na Europa.
Apenas alguns dos principais clubes do mundo podem manter elencos com mais jogadores e assim fazer uma rotação a fim de evitar a fadiga. No entanto, durante o período final da temporada, a situação pode ser diferente. É no desenlace de cada temporada que se jogam as partidas mais importantes como a final da Libertadores, disputada em novembro, ou últimas rodadas do campeonato nacional, ou a final da Champions League no calendário europeu. Dependendo do calendário ao longo da temporada, os clubes podem se ver sem algumas de suas principais estrelas justamente quando mais precisam delas.
A forma como a temporada é planejada é importante no que diz respeito às lesões. Embora haja grandes diferenças no número de partidas disputadas em cada temporada por clubes de diferentes países, há muito pouca diferença no que diz respeito ao número de partidas disputadas por jogadores individualmente.

Problemas acumulados

Além dos jogos, há outros fatores que contribuem com a fadiga, como voar. A maioria dos jogadores de futebol acumulam uma enorme quantidade de milhas aéreas sem observar a regra de um dia de descanso para cada fuso horário.

As lesões não são o único problema. Os efeitos exatos de jogar muitas partidas consecutivas ainda são desconhecidos. É preciso reconhecer que qualquer esporte ou atividade física exige um grande esforço humano e respeitar os tempos de cada profissional, seja no futebol, vôlei, na natação ou no poker, é essencial.

Um calendário com muitas partidas traz outros problemas além do desgaste causado no campo. Atletas profissionais têm pouco tempo para descansar. O jogador de futebol médio precisa de pelo menos 72 horas de descanso para se recuperar adequadamente e a maioria não tem esse tempo.

É notório que os efeitos da fadiga podem afetar quase todos os aspectos do desempenho de um jogador,
tanto físico quanto mentalmente. Tanto clube quanto torcedor desejam sempre que seus atletas estejam no seu ápice, mas com tantas partidas disputadas, nem sempre vemos o melhor de cada elenco.


Photo by Pexels

Há razões para acreditar que muitas partidas seguidas podem levar à falta de motivação e desgaste mental. Ou seja, os atletas não são mais capazes de se preparar para as partidas ou até mesmo sessões de treinamento.

A concentração se deteriora, o que pode afetar a coordenação, levando a um desempenho inferior e maior risco de lesões. No final, pode até ser que o principal fator de estresse não sejam os 90 minutos da partida em si, mas a preparação mental para as partidas, viagens e possível adaptação às mudanças de tempo e clima.

Na Europa, desde 2008, existe um programa de compensação para jogadores que se lesionam em convocações por suas seleções, visando diminuir os prejuízos causados aos clubes. Algo assim ainda é impensável no Brasil.

Existem muitas razões óbvias pelas quais um cenário de mudança no calendário nacional é difícil de materializar-se. O principal motivo, como sempre, é o dinheiro, mais especificamente a receita gerada por todas essas centenas de partidas disputadas a cada ano. A situação se torna cada vez mais insustentável e um ponto de inflexão pode ser buscado e alcançado em breve.



1743 visitas - Fonte: Da Redação


VEJA: Negociação do Carioca com Globo congela, e há impasse na divisão de receita

CONFIRA: Governo do Uruguai libera 75 da capacidade do estádio Centenário para final da Libertadores
















Instale o app do Flamengo para Android, receba notícias e converse com outros flamenguistas no Fórum!

Mais notícias do Flamengo

Notícias de contratações do Flamengo
Notícias mais lidas

Comentários do Facebook -




Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.
Casa da apostas online Betway

Últimas notícias do Mengão

Próximo Jogo - Copa do Brasil

Quarta - 21:30 - Maracanã - TVGlobo
Flamengo
Athletico-PR

Último jogo - Brasileiro

Sábado - 19:00 - Maracanã
Fluminense
3 1
Flamengo